Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Dependência’ Category

Texto Bíblico: Salmos 23.1

 Introdução: O salmo 23 foi escrito por Davi na visão e perspectiva de um pastor de ovelhas. E como tal, Davi conhecia todas as implicações e realidades desse trabalho. Ele olha para Deus e vê que assim como ele lidava e tratava suas ovelhas, era também cuidado e tratado por Deus que era o seu pastor. Desta forma com muita propriedade ele apresenta realidades que eram vividas no cotidiano de seu trabalho e as aplica ao contexto espiritual, observando assim a maravilhosa forma como Deus cuidava de sua vida. O mesmo cuidado Deus continua dispensando às suas ovelhas ainda hoje. Ele continua sendo e sempre será o nosso grande Pastor.

O texto nos afirma: “O Senhor é o meu Pastor; nada me faltará.” – Que maravilha!  O Senhor é o nosso Pastor e supre todas as nossas necessidades. Portanto, temos a certeza de sua presença plena em nossas vidas cuidando de nós. Muita das vezes como ovelhas nos distanciamos do aprisco e nos afastamos do nosso Pastor. Contudo, Ele é fiel e nunca nos abandona. Ele sempre virá em busca de suas ovelhas. Duas verdades são aqui destacadas:

1- Pastor Pessoal.

Ele é o “meu pastor…”. Ele tem conosco uma relação pessoal. Ele conhece chama pelos nomes as suas próprias ovelhas. (Jo 10.3). Ele nos conhece pessoalmente. Ele conhece suas ovelhas intimamente, uma por uma, e cuida delas individualmente. Ele conhece as ovelhas uma por uma, tratando-as bondosamente, como indivíduos. As ovelhas têm contato pessoal com o pastor. A Escritura Sagrada diz:

“As minhas ovelhas ouvem a minha voz, e eu conheço-as, e elas me seguem; e dou-lhes a vida eterna, e nunca hão de perecer, e ninguém as arrebatará das minhas mãos.” (Jo 10.27,28). Isto é relacionamento pessoal: “O Senhor é o meu Pastor…” Isto fala também de comunhão pessoal com Ele.  

2- Pastor Suficiente.

“… nada me faltará.” Ele é o pastor que supre suas ovelhas em quaisquer circunstâncias. A ovelha é um animal indefeso, míope e incapaz de cuidar de si mesma. Ela necessita do cuidado do pastor.

E Cristo tem toda a condição para suprir suas ovelhas de forma plena. Descanse e confie no Senhor, pois na hora certa Ele sempre tem a resposta de suprimento para suas ovelhas. Ele tem suprimento abundante e suficiente. “… nada me faltará.”

  • Não faltará alimento. (v.2).“Deitar-me faz em verdes pastos, guia-me mansamente a águas tranqüilas”.
  • Não faltará refrigério. (v.3ª).“Refrigera a minha alma…”
  • Não faltará direção. (v.3b). – “… guia-me pelas veredas da justiça…”
  • Não faltará segurança. (v.4a). – “Ainda que eu andasse pelo vale da sobra da morte, não temeria mal algum…”
  • Não faltará companhia. (v. 4b).“pois tu estás comigo”
  • Não faltará Consolo. (v.4c). – “… a tua vara e o teu cajado me consolam.”
  • Não faltará suprimento. (v.5a). “Preparas uma mesa perante mim na presença dos meus adversários…”     
  • Não faltará unção. (v.5b). “… unges-me a cabeça com óleo…”
  • Não falta regozijo. (v.5c). “… o meu cálice transborda.”
  • Não faltará bondade e misericórdia (v.6a). “Certamente que a bondade e a misericórdia me seguiram todos os dias da minha vida…”
  • Não faltará convicção. (v.6b). – “… habitarei na casa do Senhor por longos dias.”

Ele faz tudo quanto pode para cuidar delas, por possuir por elas um afeto genuíno, protegendo-as do perigo, suprindo-lhes todas as necessidades.

Resumo: O resultado destas certezas na vida daqueles que foram lavados e remidos pelo Sangue de Cristo, sem dúvida é Alegria completa por pertencer ao rebanho de Cristo. Um rebanho cuidado pelo Sumo Pastor e caminha para os céus.

Anúncios

Read Full Post »

Texto Bíblico: 1João 5.4,5

Introdução: A Bíblia fala de três inimigos do crente que são a carne, o mundo e o Diabo. Esses três inimigos combatem contra a vida espiritual do crente. Entre esses inimigos queremos destacar um deles: O mundo. A Bíblia fala de, pelo menos, três tipos de “mundo”: o mundo físico, o mundo cósmico e o mundo espiritual. Falaremos nesta mensagem do “mundo espiritual.” 

Que é o Mundo.

No grego é kosmos, palavra algumas vezes usada para indicar o mundo físico, os seus habitantes, ou o universo; mas também era freqüentemente empregada em sentido ético, para indicar uma sociedade corrupta, ou o princípio do mal, que opera sobre os homens, neste plano terreno. Satanás é o verdadeiro chefe deste mundo. (Jo 14.30).  O mundo jaz inteiramente debaixo do poder de Satanás. (1Jo 5.19). Satanás ama aos inimigos de Cristo. (Jo 7.7). Há um certo espírito que nos afasta de Deus. (1Co 2.12). Passam o mundo e suas concupiscências, mas eles conservam os homens como escravos, a despeito dessas circunstâncias. A tristeza segundo o mundo eventualmente resulta em morte. (2Co 7.10).

Que Oferece o Mundo.

1- Uma paz fictícia:

  • Nas filosofias e religiões,
  • Na segurança dos armamentos,
  • Paz política.

2- Uma alegria passageira,

3- Um prazer efêmero que destrói.

A Vitória que Vence o Mundo.

1- O Nascido de Deus. (v.4ª):

  • É aquele que nasceu de novo. (Jo 3.3). Novamente.
  • É aquele que nasceu do Espírito. (Jo 3.3,6,8).
  • É aquele que nasceu da Palavra de Deus. (1Pe 1.23; Tg 1.18).
  • É aquele que nasceu do alto. (1Jo 5.4; Tg 1.17).

“Aquele que vem das alturas é sobre todos, aquele que vem da terra é da terra e fala da terra. Aquele que vem do céu é sobre todos.” (Jo 3.31).

2- Vence o mundo. (1Jo 5.4). 

2- A Nossa Fé. (v.4b).

1- Na Palavra de Deus. Por que:

  • A Palavra é viva e eficaz. (Hb 4.12).
  • A Palavra é como um martelo que esmiúça a penha. (Jr 23.29).
  • A Palavra é luz que alumia. (Sl 110.105).
  • A Palavra é água que purifica. (Sl 119.9; Jo 15.3; Ef 5.26).
  • A Palavra é pão que fortalece. (MT 4.4; Jo 6.51).
  • A Palavra é escudo que protege. (Pv 30.5; Ef 6.16).
  • A Palavra é a espada do Espírito. (Ef 6.17). “Arma ofensiva” – “Que nos dá vitória.”

2- Em Jesus. (v.5). Por que:

  • Ele é a Fonte da Vida. (Jo 3.36; 10.10; 11.25).
  • Ele é Fonte de Poder. (Mt 28.18).
  • Ele é a Fonte de Vitória. (Pv 21.31; 1Co 15.57; 2Co 2.14).

3- No Poder do Espírito:

  • Espírito de Amor. (2Tm 1.7).
  • Espírito da Verdade. (Jo 14.17).
  • Espírito da Santidade. (Rm 1.4).
  • Espírito da Justiça. (Is 4.4).
  • Espírito da Graça. (2Co 12.10; Hb 10.29).
  • Espírito de Fortaleza. (Is 11.2; 2Tm 1.7).
  • Espírito da Glória. (1Pe 4.4).

Resumo: Esta é a vitória que vence o mundo: O nascido de Deus. A nossa fé: na Palavra de Deus, em Jesus e no Poder do Espírito. (1Jo 5.4,5).

Read Full Post »

Texto Bíblico: Gênesis 3.1-15

1- Primeiro passo errado: Desobediência. (v.6).

A desobediência é a conseqüência de todo mal. (vv.14-19; Rm 5.12).

2- Segundo passo errado: Auto-suficiência. (v.7). – falha, temporária.

Fizeram para si aventais (folha de figueira).

  • Para cobrir a nudez,
  • Para cobrir a vergonha,
  • Para cobrir o pecado.

As questões espirituais jamais podem ser resolvidas por processos ou intentos matérias! O quererem cobrir a nudez é prova real de que foram despidos da glória de Deus. (Rm 3.23; 5.1). 

3- Terceiro passo errado: Esconderam-se da presença de Deus. (vv.8-10).

“… Onde estás? Adão!”

Nada pode ser escondido da presença de Deus:

  • Ele é Onipotente (“tem todo poder”).
  • Ele é Onisciente (“conhece todas as coisas”).
  • Ele é Onipresente (“está presente em todo lugar”). 

“… Para onde me irei do teu Espírito ou para onde fugirei da tua face? Se subir ao céu, tu ai estas; se fizer no Seool a minha cama, eis que tu ali estás também…” (Sl 139.1-10).

“E não há criatura alguma encoberta diante dele; antes, todas as coisas estão nuas e patentes aos olhos daquele com quem temos de tratar.” (Hb 4.13).

4- Quarto passo errado: Justificaram o seu pecado. (vv.12,13). – Desculpa.

O que as Escrituras Sagradas dizem sobre o pecado:

  • O pecado é a transgressão da Lei divina,
  • O pecado é a desobediência as Leis de Deus,
  • O pecado é errar o alvo de Deus,
  • O pecado é a separação de Deus. (Is 59.2),
  • O pecado gera o abandono a Deus. Exemplos:

               – Adão e Eva. (vv.23,24),

               – Sansão. (Jz 16.20),

               – Saul. (1Sm 16.1ª, 14; 28.6).

  • O salário do pecado é a morte. (Rm 6.23),
  • Todo aquele que comete pecado é escravo do pecado. (Jo 8.34).

“O que encobre as tuas transgressões nunca prosperará, mas o que as confessa e deixa alcançará misericórdia.” (Pv 28.13).

“Bem-aventurado aquele cuja transgressão é perdoada, e cujo pecado é coberto.” (Sl 32.1).

“Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça.” (1Jo 1.9).

Promessa Anunciada. (v.15).

“E porei inimizade entre ti e a mulher e entre a tua semente e a sua semente; esta te ferirá a cabeça, e tu lhe ferirás o calcanhar.” 

Vestes Providenciadas.

As Vestimentas da Redenção. A vestimenta o ato da misericórdia de Deus ao homem em desobediência e pecado.

“Adão e Eva estavam nus.” (Gn 3.9).

“E fez o Senhor Deus a Adão e sua mulher túnicas de peles e os vestiu.” (Gn 3.21).

A Crucificação de Jesus.

“Tendo, pois, os soldados crucificado a Jesus, tomaram as suas vestes e fizeram quatro partes…” (Jo 19.23).

As vestes de Jesus foram tiradas e rasgadas para nos vestir:

  • A Veste da Salvação. (Is 61.10).
  • A Veste de Poder. (Lc 24.49; At 1.8; 2.1-4).
  • A Veste da Proteção. (Ef 6.11-13).

Read Full Post »

Texto Bíblico: 1Samuel 17.38-50

1- Uma Harpa. (1Sm 16.16; 18.10).

É o mais antigo instrumento musical que se conhece, existindo já antes do dilúvio. (Gn 4.21). A palavra hebraica kinnor, que se acha traduzida por harpa, significa provavelmente a lira. Os hebreus faziam usa dela, não só para as suas devoções, mas também nos seus passatempos. Não era usada em ocasiões de tristeza.

Geralmente era usada pelos hebreus em momentos:

  • de Gratidão,
  • de Devoção,
  • de Adoração.

2- Um Cajado. (1Sm 17.40).

Era um instrumento usado pelo pastor de ovelhas. (Sl 23.4).

Geralmente era usado para:

  • Corrigir a ovelha desobediente e desgarrada,
  • Socorrer a ovelha que se encontrava caída e enferma,
  • Proteger o rebanho dos animais ferozes.

3- Um Alforje. (1Sm 17.40,49).

“Alforje” ou “porta-níqueis.” Uma sacola que os viajantes usam para levar dinheiro e mantimento para a jornada. Era feito de diversas matérias, geralmente pele ou couro, e estava preso à cintura. (1Sm 11117.40).

Geralmente o alforje fala de:

  • Provisão,
  • Abastança,
  • Subsistência,
  • Suficiência.

4- Uma Funda. (1Sm 17.40,49, 50).

Instrumento (arma) feito de pedaço de couro e de duas cordas, com que se lançam pedras ou balas. Usada por Davi para matar Golias. (1Sm 17.40,50). Os que atiravam com fundas pertenciam tanto a infantaria como os arqueiros. (2Rs 3.35). Usavam tanto da mão direita como da esquerda em arremeter pedras com fundas. (1Crô 12.2). Setecentos benjamitas que atiravam com a funda num cabelo e não erravam. (Jz 20.16). A vida de teus inimigos este a arrojará como se a atirasse da cavidade de uma funda. (1Sm 25.29; Jr 10.18).

A funda representa armadura do crente como:

  • Arma de Combate. (1Tm 1.18,19; 6.12; 2Tm 4.7,8).
  • Arma de Ataque. (Ef 6.17).
  • Arma Ofensiva. (2Co 10.4).

5- Cinco Pedras. (1Sm 17.40,49,50).

Pedra na simbologia Bíblica é Jesus. (Mt 16.18).

  • Símbolo da Misericórdia de Deus,
  • Símbolo do Poder de Deus,
  • Símbolo da Autoridade de Deus.

As cinco pedras de Davi correspondem:

  • A sua Suficiência.
  • A sua Eficiência.
  • A sua Eficácia. (2Sm 21.22).

Read Full Post »

Texto Bíblico: Eclesiastes 3.1-8

Introdução: O principal foco de Salomão nesta passagem é que Deus tem um plano para todas as pessoas. Ele estabeleceu ciclos para a vida, em cada um deles há trabalhos que devemos realizar. Apesar de enfrentarmos muitos problemas crermos nEle, antes, deve ser vistos como oportunidades para descobrirmos que, sem Deus, os problemas da vida não têm soluções permanentes!

Deus é o Senhor do Tempo.

Deus é o Senhor do tempo (Dn 2.21) e através de sua Soberania Ele faz como quer. O salmista afirma, dizendo: “Os meus tempos estão em tuas mãos…” (Sl 31.15ª), ensinando-nos que o nosso tempo pertence a Deus e que apenas somos mordomos dessa dádiva divina.

  • Deus, o autor (criador) do tempo. (Ec 3.11ª; Gn 1.14).
  • O tempo pertence a todos. (Ec 9.11; Ef 5.16).
  • Tempo, uma dádiva divina. (Ec 3.1-8). 

Esperando o Tempo Determinado por Deus:

1- Tempo de Salvação. (2Co 6.2).

“Porque diz: Ouvi-te em tempo aceitável e socorri-te no dia da salvação; eis aqui agora o tempo aceitável, eis agora o dia da salvação.”

Exemplo: Zaqueu, o publicano. (Lc 19.1-10).

2- Tempo de Provação. (vv.4ª, 8b).

As Sagradas Escrituras dizem:

“… Bem-aventurados são os que agora chorais, porque haveis de rir.” (Lc 6.21b).

“… o choro pode durar uma noite, mas a alegria vem pela manhã.” (Sl 30.5b).

“Porque para mim tenho por certo que as aflições deste tempo presente não são para comparar com a glória que em nós há de ser revelado.” (Rm 8.18).

3- Tempo de Exaltação. (v.4b).

“humilhai-vos, pois, debaixo da potente mão de Deus, para que, a seu tempo vos exalte.” (1Pe 5.6).

Exemplo: Davi esperou pelo tempo determinado por Deus – 15 anos. (1Sm 16.12,13; 2Sm 2.4; 5.3).

Read Full Post »

Texto Bíblico: 2Reis 4.1-7

Introdução: Eliseu aumenta o azeite da viúva de um profeta. O trecho ocupa-se com uma viúva, pobre, endividada, e ameaçada por um credor sem misericórdia. Em seu desespero, a mulher busca alguém que possa ajudá-la. Vai ao encontro de Eliseu, o profeta de Deus.

Esta foi à pergunta do profeta Eliseu: O que é que você tem em casa? A uma mulher viúva que enfrentava sérios problemas. Seu marido, da escola de profetas, havia morrido e um cobrador queria levar seus filhos como escravos a fim de quitar a dívida.

A resposta vem em um tom desanimador: “Tua serva não tem nada em casa, senão uma botija de azeite”. Deus, através de Eliseu, realiza um grande milagre na vida daquela família.

A provisão milagrosa lhe veio mediante o que ela já tinha: um vaso de azeite. A provisão foi dada na medida da fé que a mulher tinha e da sua capacidade de armazenamento. Deus usou o que ela possuía para multiplicar-lhe os recursos e realizar o milagre de que ela precisava.

Para Deus Operar Um Milagre a Quantidade Não Faz Nenhuma Diferença. Vejamos:

1- Moisés – tinha uma vara: “… e os filhos de Israel passaram pelo meio do mar em seco…” (Êx 14.16,21, 22).

2- Sansão – tinha uma queixada de um jumento: “… e feriu com ela mil homens.” (Jz 15.15).

3- Davi – tinha uma funda e cinco pedras: “E assim… prevaleceu contra o gigante filisteu…” (1Sm 17.40,50).

4- A viúva de Sarepta – tinha farinha na panela e azeite na botija: “… e assim comeu ela… e a sua casa muitos dias.” (1Rs 17.12,14,15).

5- Elias – tinha uma capa: “… e passaram ambos (Elias e Eliseu) o rio Jordão em seco.” (2Rs 2.8).

6- Os discípulos – tinham cinco pães e dois peixinhos: “… e deram de comer a quase cinco mil pessoas.” (Mc 6.37-44).

7- O apóstolo Pedro – tinha unção e poder e disse ao paralítico: “Não tenho prata nem ouro, mas o que tenho, isso te dou. Em nome de Jesus Cristo, o Nazareno, levanta e anda.” (At 3.6).

8- A mulher do profeta – tinha uma botija de azeite: “E sucedeu que, todos os vasos foram cheios…” (2Rs 4.2,6,7). O milagre aconteceu! O azeite da viúva é multiplicado.

Deus fez o milagre a partir do que ela tinha: uma botija de azeite. Foi a partir desta botija de azeite que Deus operou o milagre.

 O Milagre Depende do Que se Têm. O que é que você tem em casa? Diante da pergunta, você poderia responder: “Não tenho nada.” A Bíblia diz: No princípio – “A terra era sem forma e vazia… E disse Deus: Haja…” (Gn 1.2,3). Indicando o meio pelo qual vida e ordem eram gerados. Deus pode usar do recurso existente, por menor que seja e em qualquer circunstância. 

Deus irá operar o milagre em sua vida a partir do que você tem. Se nada oferecemos a Deus, Ele nada terá para usar. Mas Ele pode usar o pouco que temos e transformá-lo em muito.

Nós podemos nem ter tudo, e, contudo, podemos ter conosco alguma coisa que Deus é capaz de abençoar abundantemente. (Ef 3.20).

– “Ora, àquele que é poderoso para fazer tudo muito mais abundantemente além daquilo que pedimos ou pensamos, segundo o poder que em nós opera.”

Resumo: Tenha Coragem! Não Perca a Esperança! “O pouco pode ser transformado em muito se for colocado nas mãos do Senhor e por Ele abençoado.” (Mc 6.30-44). Acredite! O Milagre Depende do Que se Têm.

Read Full Post »

Texto Bíblico: Salmos 84.5-7 

Introdução: Esta é uma mensagem que com certeza a amada igreja já ouviu algum profeta de Deus pregar e de varias formas e de vários ângulos esta mensagem já chegou até você, eu apenas gostaria de trazer uma palavra que me foi revelada neste contexto e com certeza ela, a Palavra de Deus fará á diferença (o milagre) em sua vida.

O Vale de Baca

O Vale de Baca, é chamado “Vale das Lamentações”, “Vale das Lágrimas”, “Vale das Bálsameiras” e “Vale Árido”. As plantas de Bálsamo existentes no vale “choravam”, isto é, destilava um líquido de aroma agradável que deveria tornar Baca um lugar perfumado. Bálsamos são conhecidos por suas propriedades confortantes e calmantes, sendo assim, o escuro vale, de difícil passagem continha os seus segredos.

O Vale de Baca era rota obrigatória para os israelitas nas suas peregrinações a Jerusalém, e tornou-se um símbolo das tribulações que enfrentamos nesta nossa peregrinação terrena, a caminho da Jerusalém celestial.

Muitos de nós passamos por esse Vale, alguns poucas vezes, outros muitas, alguns até vivem em Baca, porém; assim como nós passamos por ele, ele também se irá de nós.

1- É Inevitável em Nossas Vidas.

Os israelitas de quase toda palestina tinham que passar pelo Vale de Baca, quando a caminho de Jerusalém. A topografia os obrigava a isto. Na experiência cristã não é diferente.

Muitas são as adversidades que nos afligem e nos fazem chorar no decorrer de nossa peregrinação terrena: desapontamentos, desastres, calamidades, perdas, escassez, enfermidades e morte. De um modo ou de outro, cedo ou tarde, mais ou menos vezes, todos passaremos pelo Vale. O Vale é inevitável. É conseqüência da vida. Porém, não estamos sozinhos neste vale. O Senhor Jeová Está Conosco! Exemplos:

  • Na Fornalha de Fogo Ardente – “Ele é o Quarto Homem.” (Dn 3.25).
  • Na Cova dos Leões – “Ele é o Leão da Tribo de Judá.” (Dn 6.16,20-22; Ap 5.5).
  • No Vale das Nossas Vidas – “Ele é o Deus que Está Presente.” (Sl 23.4; Is 43.2; Hb 13.5b).

2- Lugar da Impossibilidade Humana.

O Vale de Baca é um lugar árido onde as condições de sobrevivência são bastante escassas, há poucos recursos, na verdade este “vale” nos possibilita ver que não somos nada. O Senhor permite a todos os seus filhos passar por este “Vale” em algum tempo de suas vidas para que possam perceber o quanto necessita do Senhor.

A Escritura Sagrada  diz:

“… sem mim nada podeis fazer.” (Jo 15.5).

“… a nossa capacidade vem de Deus.” (2Co 3.5).

É o Lugar Onde Deus Fala:

“… A minha graça te basta, porque o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza…” (2Co 12.9).

“Não temas, porque eu sou contigo; não te assombres, porque eu sou o teu Deus; eu te esforço, e te ajudo, e te sustento com a destra da minha justiça… Porque eu, o Senhor, teu Deus, te tomo pela tua mão direita e te digo; não temas, que eu te ajudo.” (Is 41.10,13).

3- Lugar da Providência Divina.

O Vale de Baca é o “deserto” de nossas vidas onde aprendemos que só Jesus é o nosso sustento, nosso pão e nossa água. No Vale de Baca só existe baca (vegetação rasteira que não precisa de água para sobreviver), nós necessitamos de água para sobrevivermos. O Vale de Baca não é nosso lugar, temos que passar por lá em algum tempo de nossa vida e lá experimentaremos o Senhor Jesus como nossa fonte de água viva. Porque Ele é poderoso para abrir fontes no meio do Vale e te saciar de alegria. (Ef 3.20).

No Vale de Baca há Providência Divina:

  • Para os Sedentos. (Jo 7.37; 4.14).

“E, no último dia, o grande dia da festa, Jesus pôs-se em pé e clamou, dizendo: Se alguém tem sede, que venha a mim e beba.” (Jo 7.37).

“Mas aquele que beber da água que eu lhe der nunca terá sede, porque a água que eu lhe der fará nele uma fonte de água a jorrar para a vida eterna.” (Jo 4.14).

  • Para os Famintos. (Jo 6.35).

“E Jesus lhes disse: Eu Sou o pão da vida; aquele que vem a mim não terá fome…”

  • Para os Cansados e Sobrecarregados. (Mt 11.28).

“Vinde a mim, todos os que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei.”

  • E Para os Necessitados. (Fl 4.19).

“O meu Deus suprirá todas as vossas necessidades segundo a sua gloriosa riqueza em Cristo Jesus.”

Resumo: Aquele que quer alegria conquista e vitória em sua vida tem que passar pelo Vale de Baca. “O qual passando pelo vale de Baça, faz dele uma fonte…” (v.6). Longe de desanimar ou desfalecer, vai “indo de força em força…” (v.7), e tome posse da vitória em nome do Senhor Jesus. Hei, não desista, prossiga! O salmista diz:

– “… o choro pode durar uma noite, mas a alegria vem pela manhã.” (Sl 30.5).

– “Os que semeiam em lágrimas segarão com alegria. Aquele que leva a preciosa semente, andando e chorando, voltará, sem dúvida, com alegria, trazendo consigo os seus molhos.” (Sl 126.5,6).

Dias melhores virão. O melhor de Deus está por vir na sua vida! Hoje Ele enxugará as tuas lágrimas. Acredite!

Read Full Post »

Older Posts »