Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Provisão’

Texto Bíblico: 2Crônicas 20.1-4,12-22

Introdução: Este é, provavelmente, o capítulo mais amado e familiar de 2 Crônicas, pois explica como o Senhor garante a vitória àqueles que confiam nEle. Josafá estava enfrentando o pior ameaça externa do seu reinado. Uma grande multidão (v.2) de moabitas, amonitas e outras tribos da região da Síria estavam tramando esmagar Judá. Em face da incrível disparidade numérica do inimigo, Josafá humilhou-se diante do Senhor. O resultado? O resultado foi a maior vitória jamais experimentada por ele. A promessa do Senhor, dada através do profeta Jaaziel, serve de conforto para crentes de todas as épocas que enfrentam situações de desesperança: “… Não temas, nem vos assusteis… pois a peleja não é vossa, senão de Deus.” (v.15b).

No entanto, a narrativa revela três passos que colocaram o povo na posição em que Ele poderia libertá-los:

1- Jejum. (v.3).

O jejum foi o primeiro passo para a vitória que Judá experimentou. Este foi um jejum anunciado, de que participou toda a nação. O jejum não é um meio pelo qual alguém pode manipular a Deus para conseguir algo. O jejum é simplesmente uma indicação externa de uma sinceridade interna, evidência da urgência em momentos de necessidades especiais.

2- A Oração. (vv.4-13).

A oração foi o segundo passo diretamente relacionada à vitória de Judá. A oração de Josajá talvez tenha sido baseada na promessa de 7.14. O v.12 traduz a essência desta oração para momentos de desesperança: “Porque em nós não há força… e não sabemos nós o que faremos; porém os nossos olhos estão postos em ti.” O clamor do cristão na mais escura noite da sua experiência é: “Senhor, não sei o que fazer, mas sei que posso contar com a tua ajuda.” (Is 41.10).

3- O Louvor. (vv.18-22).

O louvor foi o terceiro passo que revelaram a milagrosa vitória de Judá. (A palavra Judá significa “louvor”). E, ao tempo em que começaram (a cantar) com júbilo e louvor a Deus, na certeza de que Ele iria lutar por eles, os seus inimigos foram desbaratados.

O louvor poderoso gera vitória. A vitória veio de uma forma estranha, mas poderosa. Os levitas ficaram de pé e louvaram “o Senhor, Deus de Israel, com voz muito alta.” (v.19). O resultado deste poderoso louvor foi uma vitória completa!

O Sl 22.3 explica que Deus é entronizado entre os louvores do seu povo. Qual seja a situação ou tempo em que o povo de Deus o louva, Deus reina entre o povo e faz grandes coisas em seu favor: “… Louvai ao Senhor, porque a sua benignidade dura para sempre.” (v.21b).

Resumo: “… Não temais, nem vos assusteis… Pois a peleja não é vossa, senão de Deus.” (v.15b). – “… Louvai ao Senhor, porque a sua benignidade dura para sempre.” (v.21b).

Read Full Post »

Texto Bíblico: 2Reis 4.1-7

Introdução: Eliseu aumenta o azeite da viúva de um profeta. O trecho ocupa-se com uma viúva, pobre, endividada, e ameaçada por um credor sem misericórdia. Em seu desespero, a mulher busca alguém que possa ajudá-la. Vai ao encontro de Eliseu, o profeta de Deus.

Esta foi à pergunta do profeta Eliseu: O que é que você tem em casa? A uma mulher viúva que enfrentava sérios problemas. Seu marido, da escola de profetas, havia morrido e um cobrador queria levar seus filhos como escravos a fim de quitar a dívida.

A resposta vem em um tom desanimador: “Tua serva não tem nada em casa, senão uma botija de azeite”. Deus, através de Eliseu, realiza um grande milagre na vida daquela família.

A provisão milagrosa lhe veio mediante o que ela já tinha: um vaso de azeite. A provisão foi dada na medida da fé que a mulher tinha e da sua capacidade de armazenamento. Deus usou o que ela possuía para multiplicar-lhe os recursos e realizar o milagre de que ela precisava.

Para Deus Operar Um Milagre a Quantidade Não Faz Nenhuma Diferença. Vejamos:

1- Moisés – tinha uma vara: “… e os filhos de Israel passaram pelo meio do mar em seco…” (Êx 14.16,21, 22).

2- Sansão – tinha uma queixada de um jumento: “… e feriu com ela mil homens.” (Jz 15.15).

3- Davi – tinha uma funda e cinco pedras: “E assim… prevaleceu contra o gigante filisteu…” (1Sm 17.40,50).

4- A viúva de Sarepta – tinha farinha na panela e azeite na botija: “… e assim comeu ela… e a sua casa muitos dias.” (1Rs 17.12,14,15).

5- Elias – tinha uma capa: “… e passaram ambos (Elias e Eliseu) o rio Jordão em seco.” (2Rs 2.8).

6- Os discípulos – tinham cinco pães e dois peixinhos: “… e deram de comer a quase cinco mil pessoas.” (Mc 6.37-44).

7- O apóstolo Pedro – tinha unção e poder e disse ao paralítico: “Não tenho prata nem ouro, mas o que tenho, isso te dou. Em nome de Jesus Cristo, o Nazareno, levanta e anda.” (At 3.6).

8- A mulher do profeta – tinha uma botija de azeite: “E sucedeu que, todos os vasos foram cheios…” (2Rs 4.2,6,7). O milagre aconteceu! O azeite da viúva é multiplicado.

Deus fez o milagre a partir do que ela tinha: uma botija de azeite. Foi a partir desta botija de azeite que Deus operou o milagre.

 O Milagre Depende do Que se Têm. O que é que você tem em casa? Diante da pergunta, você poderia responder: “Não tenho nada.” A Bíblia diz: No princípio – “A terra era sem forma e vazia… E disse Deus: Haja…” (Gn 1.2,3). Indicando o meio pelo qual vida e ordem eram gerados. Deus pode usar do recurso existente, por menor que seja e em qualquer circunstância. 

Deus irá operar o milagre em sua vida a partir do que você tem. Se nada oferecemos a Deus, Ele nada terá para usar. Mas Ele pode usar o pouco que temos e transformá-lo em muito.

Nós podemos nem ter tudo, e, contudo, podemos ter conosco alguma coisa que Deus é capaz de abençoar abundantemente. (Ef 3.20).

– “Ora, àquele que é poderoso para fazer tudo muito mais abundantemente além daquilo que pedimos ou pensamos, segundo o poder que em nós opera.”

Resumo: Tenha Coragem! Não Perca a Esperança! “O pouco pode ser transformado em muito se for colocado nas mãos do Senhor e por Ele abençoado.” (Mc 6.30-44). Acredite! O Milagre Depende do Que se Têm.

Read Full Post »