Feeds:
Posts
Comentários

Archive for maio \28\UTC 2011

 Texto Bíblico: João 8.3-11

Os acusadores a levaram a Jesus:

1- No lugar Certo. (v.3). Onde Jesus estava.

Jesus está:

  • Habita com o contrito e abatido de espírito. (Is 57.15).
  • Onde estiverem dois ou três reunidos em seu nome. (Mt 18.20).
  • Dentro de nós. (1Jo 4.4b).

 2- Na Hora Certa. (v.3).

“Porque diz: Ouvi-te em tempo aceitável e socorri-te no dia da salvação; eis aqui agora o tempo aceitável; eis aqui agora o dia da salvação.” (2Co 6.2). 

O tempo de Deus:

  • É hoje. (Hb13. 8).
  • O presente. (Sl 46.1).
  • Agora. (Hb 4.16).

3- Ao Homem Certo. (v.4).

Jesus é o homem que:

  • Te aceita. (Mt 11.28).
  • Perdoa. (v.11; Mt 1.21).
  • Salva. (Jo 3.17; Lc 19.10).
  • Liberta. (Jo 8.36).
  • Alegra. (Sl 16.11; Jó 41.22).
  • Dá vitória. (Pv 21.31; 1Co 15.57; 2Co 2.14).
  • Leva para o céu. (Jo 14.2,3,6).

4- Ouviu a Palavra Certa. (v.11).

“… nem eu te condeno, vai-te e não peques mais.”

  • Palavra de Perdão,
  • De Misericórdia,
  • De Consolo,
  • De Esperança,
  • De Vitória.
Anúncios

Read Full Post »

Texto Bíblico: João 8.3-11

Introdução: Diversas lendas circulam a identificação e a história subseqüente informação de que o nome dela era Susana e que era esposa de certo Manasses, de Jerusalém.

Nas outras tradições asseveram que ela tornou uma santa de Deus na Espanha, até onde serviu o apóstolo Tiago; tais histórias, com toda probabilidade, são lendárias.           

1- Uma mulher que foi pega no próprio ato de adultério:

  • Na hora errada,
  • No lugar errado,
  • Fazendo a coisa errada. 

2- A situação daquela mulher:

  • Em pecado – fragrante. (v.3; Is 59.2).
  • Acusada – réu. (v.4; Ap 12.10).
  • Condenada – veredicto. (vv.5,11; Lv 20.10; Dt 22.22-24; Jo10. 10).
  • Em vergonha e desespero total.

Não importa a tua situação (posição) em que você se encontra. As Sagradas Escrituras dizem:

“vinde a mim, todos os que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei.” (Mt 11.28).

“Porque o Filho do Homem veio buscar e salvar o que se havia perdido.” (Lc 19.10).

“Tudo o que o Pai me dá virá a mim; e o que vem a mim de maneira nenhuma o lançarei fora.” (Jo 6.37).

 3- Eles os acusadores a levaram a Jesus:

  • Na hora certa. (v.3),
  • No lugar certo. (v.3).
  • Ao Homem certo. (v.4).
  • e Ela ouviu a palavra certa. (v.11).

4- Jesus é aquele que:

  • Te aceita. (Mt 11.28; Jo 6.37).
  • Te Perdoa. (v.11; Lc 7.48,49).
  • Te Liberta. (Jo 8.36).
  • Te Alegra. (Sl 16.11; Jó 41.22).
  • Te dá Vitória. (Pv 21.31; 1Co 15.57; 2Co 2.14).
  • Te Leva Para o Céu. (Jo 14.3,6).

5- Eles os acusadores consideravam-se perfeitos e acuzavam aquela mulher. (vv.4,5).

  • Jesus é perfeito e não condenou aquela mulher. (v.11). 

“Porque Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para que condenasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele.” (Jo 3.17). 

6- A Lei de Moisés condenava aquela mulher à morte através do apedrejamento. (v.5).

Jesus não te condena, mas te chama. (Mt 11.28).

  • Para o arrependimento. (Mt 4.17).
  • Para salvação. (Lc 19.10).
  • Para que tenha direito as mansões celestiais. (Jo 14.2,3,6).
  • Para a vitória. (Pv 21.31; 1Co 15.57; 2Co 2.14).

Read Full Post »

Texto Bíblico: Marcos 5.25-35

Introdução: A mulher tinha uma hemorragia debilitante, embaraçosa, desencorajadora. (v.26), que estava além da ajuda do conhecimento e da simpatia humanos. Só Jesus podia ajudar agora. Todos nós, eventualmente, chegamos ao ponto onde aquela mulher estava. Meu socorro vem do Senhor. Não há miséria humana que não possa ser aliviada por essa espécie de esperança. Doze anos de sofrimentos tiveram cura repentina.

1- Ouvir. (v.27a).

A mulher ouvira falar de Jesus estando muito longe, em Cesaréia de Filipo, mas não impediu que qualquer coisa lhe servisse de empecilho. Ela fez o sacrifício a fim de que levasse seu problema à presença da Fonte da Cura.

Ela passava por muitas dolorosas e prolongadas curas, tomando muitos remédios e sofrendo com muitos curadores crus. Mas sabia que Jesus era diferente, e que sua cura podia ser feita de modo instantâneo e completo. Foi recompensado em sua fé. A Bíblia diz: “De sorte que a fé vem pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Deus.” (Rm 10.17). A fé vem pelo “que se ouve”, e não por causa do ato de ouvir. Ouvir falar do poder de Jesus e experimentar esse poder são coisas totalmente diversas.

2- Crer. (v.28).

A mulher solicitara a ajuda de muitos médicos, mas nenhum deles pôde aliviá-la. A mulher veio a Jesus como último recurso. Teria apelado para ele antes, se tivesse podido fazê-lo. Apelou para Jesus como último recurso. Porque dizia: “Se tão-somente tocar nas suas vestes sararei.” (v.28). Sua fé estava firmada em terreno sólido. Nada havia de mágico nas roupas de Jesus; mas dele emanava um poder autêntico, para quem estivesseem necessidade. A mulher não confiava nas vestes de Jesus, mas no próprio Cristo envolvido por aquelas vestes.

As Escrituras Sagradas dizem:

“… se tiverdes fé… nada vos será impossível…” (Mt 17.20).

“… Não temas, crê somente.” (Mc 5.36).

“… tudo é possível ao que crê.” (Mc 9.23).

“… se creres, verás a glória de Deus.” (Jo 11.40).

3- Tocar. (v.27b).

Tocar em Jesus. Aqui uma lição espiritual: Muitos tocaram em Jesus, mas não eram curados. Até hoje, também, muitos sabem acerca de Cristo e o respeitam, mas poucos são transformados por ele. Isso só ocorre mediante a confiança legítima nele, e não mediante o mero contacto com seu evangelho, com sua igreja, com sua história. Jesus corresponde aqueles que correspondem a ele, de modo real.

O que importa era o contato com Jesus e a sua presença. A cura teve lugar quando ela tocou nas vestes de Jesus. Há poder sanador no toque de Jesus, porque Ele se compadece das nossas enfermidades, e porque Ele é a fonte da vida e da graça. (Hb 4.16). Nossa atitude ao buscarmos a cura é aproximar-nos de Jesus e permanecer na sua presença. Aproxime de Jesus. (Tg 4.8ª). Toque em Jesus!:

  • Com Coragem. (v.27ª).  “… veio por detrás, entre a multidão…”
  • Com Ousadia. (v.27b). “… e tocou na sua vestimenta.”
  • Com Confiança – fé. (v.28). “Porque dizia: Se tão-somente tocar nas suas vestes, sararei.

As Escrituras Sagradas dizem:

“no qual temos ousadia e acesso com confiança, pela nossa fé nele.” (Ef 3.12).

“Chegamos, pois, com confiança ao trono da graça, para que possamos alcançar misericórdia e achar graça, a fim de sermos ajudados em tempo oportuno.” (Hb 4.16).

“Ora, sem fé é impossível agradar a Deus, porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe, e que é galardoador dos que o buscam.” (Hb 11.6).

Read Full Post »

Textos Bíblicos: 1João 2.14; Romanos 8.31,37

1- A Sua Força. (v.14b). Pelo poder assim obtido, os jovens crentes se tornam espiritualmente fortes; portanto a força espiritual é adicionada à energia física.

O jovem tem uma força extraordinária:

  • Força para vencer o mal. (Rm 12.21).
  • Força para vencer o tentador. (1Co 10.13).
  • Força para ser mais do que vencedor. (Rm 8.31,37).

As Escrituras Sagradas dizem:

“A glória do jovem é a sua força…” (Pv 20.29).

“… a alegria do Senhor é a nossa força.” (Ne 8.10). 

2- A Palavra de Deus. (v.14c). Por que:

A Palavra é um elemento que disciplina e canaliza as energias (força).

O Poder da Palavra de Deus:

  • A Palavra de Deus Ilumina. (Sl 119.105).
  • A Palavra de Deus Purifica. (Sl 119.9; Jo 15.3; Ef 5.26).
  • A Palavra de Deus Santifica. (Jo 17.17).
  • A Palavra de Deus Edifica. (Mt 16.18).
  • A Palavra de Deus Fortalece. (Mt 4.4).
  • A Palavra de Deus Protege. (Pv 30.5; Ef 6.17).

3- A Presença de Deus. (Rm 8.31). A Presença do Senhor o segredo da vitória. A presença do Senhor é tudo que o jovem precisa. Por que:

  • Na Presença de Senhor há Direção Certa. (Êx 13.21).
  • Na Presença de Senhor há Abundância de Alegria. (Sl 16.11; Jó 41.22).
  • Na Presença de Senhor há Abundância de Vida. (Jo 10.10; 6.68).
  • Na Presença de Senhor há Proteção. (Êx 33.14,15; Sl 62.1).

Read Full Post »

Texto Bíblico: 1João 5.4,5

Introdução: A Bíblia fala de três inimigos do crente que são a carne, o mundo e o Diabo. Esses três inimigos combatem contra a vida espiritual do crente. Entre esses inimigos queremos destacar um deles: O mundo. A Bíblia fala de, pelo menos, três tipos de “mundo”: o mundo físico, o mundo cósmico e o mundo espiritual. Falaremos nesta mensagem do “mundo espiritual.” 

Que é o Mundo.

No grego é kosmos, palavra algumas vezes usada para indicar o mundo físico, os seus habitantes, ou o universo; mas também era freqüentemente empregada em sentido ético, para indicar uma sociedade corrupta, ou o princípio do mal, que opera sobre os homens, neste plano terreno. Satanás é o verdadeiro chefe deste mundo. (Jo 14.30).  O mundo jaz inteiramente debaixo do poder de Satanás. (1Jo 5.19). Satanás ama aos inimigos de Cristo. (Jo 7.7). Há um certo espírito que nos afasta de Deus. (1Co 2.12). Passam o mundo e suas concupiscências, mas eles conservam os homens como escravos, a despeito dessas circunstâncias. A tristeza segundo o mundo eventualmente resulta em morte. (2Co 7.10).

Que Oferece o Mundo.

1- Uma paz fictícia:

  • Nas filosofias e religiões,
  • Na segurança dos armamentos,
  • Paz política.

2- Uma alegria passageira,

3- Um prazer efêmero que destrói.

A Vitória que Vence o Mundo.

1- O Nascido de Deus. (v.4ª):

  • É aquele que nasceu de novo. (Jo 3.3). Novamente.
  • É aquele que nasceu do Espírito. (Jo 3.3,6,8).
  • É aquele que nasceu da Palavra de Deus. (1Pe 1.23; Tg 1.18).
  • É aquele que nasceu do alto. (1Jo 5.4; Tg 1.17).

“Aquele que vem das alturas é sobre todos, aquele que vem da terra é da terra e fala da terra. Aquele que vem do céu é sobre todos.” (Jo 3.31).

2- Vence o mundo. (1Jo 5.4). 

2- A Nossa Fé. (v.4b).

1- Na Palavra de Deus. Por que:

  • A Palavra é viva e eficaz. (Hb 4.12).
  • A Palavra é como um martelo que esmiúça a penha. (Jr 23.29).
  • A Palavra é luz que alumia. (Sl 110.105).
  • A Palavra é água que purifica. (Sl 119.9; Jo 15.3; Ef 5.26).
  • A Palavra é pão que fortalece. (MT 4.4; Jo 6.51).
  • A Palavra é escudo que protege. (Pv 30.5; Ef 6.16).
  • A Palavra é a espada do Espírito. (Ef 6.17). “Arma ofensiva” – “Que nos dá vitória.”

2- Em Jesus. (v.5). Por que:

  • Ele é a Fonte da Vida. (Jo 3.36; 10.10; 11.25).
  • Ele é Fonte de Poder. (Mt 28.18).
  • Ele é a Fonte de Vitória. (Pv 21.31; 1Co 15.57; 2Co 2.14).

3- No Poder do Espírito:

  • Espírito de Amor. (2Tm 1.7).
  • Espírito da Verdade. (Jo 14.17).
  • Espírito da Santidade. (Rm 1.4).
  • Espírito da Justiça. (Is 4.4).
  • Espírito da Graça. (2Co 12.10; Hb 10.29).
  • Espírito de Fortaleza. (Is 11.2; 2Tm 1.7).
  • Espírito da Glória. (1Pe 4.4).

Resumo: Esta é a vitória que vence o mundo: O nascido de Deus. A nossa fé: na Palavra de Deus, em Jesus e no Poder do Espírito. (1Jo 5.4,5).

Read Full Post »

Texto Bíblico: Gênesis 37.1-5 

Introdução: A Bíblia nos relata que José, na sua geração, ousou receber de Deus os sonhos que seriam as diretrizes de toda a sua vida e por eles se dispôs a pagar um alto preço.

Para o cristão não é diferente, deve-se lutar sempre, desistir jamais, pois há esperança para o seu futuro, para os teus sonhos. Não Desista, acredite nos teus sonhos e lute por eles!

A Vida de José

1- Amado.

Jacó e sua família habitavam na terra de Canaã, e Jacó amava a José mais do que a todos os seus filhos, o que deixava os irmãos de José com inveja.

E Israel amava a José mais do que a todos os seus irmãos: Sendo o primogênito da esposa favorita de Jacó, não surpreende que José veio a tornar-se o seu filho preferido.

2- Humilhado.

O motivo da humilhação de José:

  • Porque ele trazia má notícia de seus irmãos ao seu pai. (v.2).
  • Porque ele era o filho da velhice de Jacó. (v.2).
  • Porque ele era o filho preferido de seu pai. (vv.3,4).
  • Porque ele tinha um sonho. (v.5).

Quando José foi humilhado:

  • Quando Lançado na cova. (Gn 39.19-24).
  • Quando Vendido como escrava aos ismaelitas por vinte moedas de prata. (Gn 39.25-28). – preço de escravo.
  • Quando Vendido a Potifar, eunuco de Faraó. (Gn 39.1).
  • Quando Lançado no calabouço. (Gn 39.20). Com pessoas de mau caráter, desonestas, num ambiente solitário, fétido, frio, sem esperança.
  • E por fim esquecido. (Gn 40.14,15, 23). Porém o Senhor era com ele. (Gn 39.21). 

3- Exaltado.

  • Quando interpreta o sonho de copeiro-mor e do padeiro-mor. (Gn 40.8-21).
  • Quando interpreta o sonho de Faraó. (Gn 41.14-32).
  • Quando se torna governador do Egito. (Gn 41.38-45).

O motivo da exaltação de José:

  • A Presença do Senhor. (Gn 39.2,3, 21), Deus conosco o segredo da vitória. (Rm 8.31).
  • A Fidelidade em Tudo ao Senhor. (Gn 39.7-9).
  • A Confiança no Senhor. (Gn 40.8; Mc 9.23b). 

Resumo: Acreditem nos seus sonhos, foi Deus quem os redigiu e que colocaram eles no seu coração como promessas dele. Ainda é tempo de sonhar. Deus pode tornar seu sonho em realidade!

A escolha é sua, ou você vai à luta e vence como fez José, ou então você simplesmente deixa pra lá e aceita a comodidade de uma vida cristã sem lutas e  sem vitórias.

Read Full Post »