Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Humildade’ Category

Texto Bíblico: 1Reis 18.41-46

Introdução: Observando Elias, pode-se aprender muito sobre a oração. A necessidade de fé quando oramos, pois Elias creu que a sua oração seria respondida mesmo antes de vê-la atendida. (vv. 44,45). Tiago em sua Epístola explica que a oração do cristão pode ser tão eficaz quanto à oração de Elias.

1- A Oração de Elias era:

  • A oração de um justo. (Tg 5.16ª; Sl 66.18).
  • A oração de um homem de natureza humana semelhante a nossa. ( Tg 5.17).
  • A oração de muita eficácia. (v. 45; Tg 5.16,17).

2- Os Segredos da Oração eficaz de Elias:

1- A Sua Fé. (v. 41; Tg 5.17,18; 1Pe 17.1).

“A fé é a certeza das coisas que se esperam e a prova das coisas que não se vêem.” (Hb 11.1).

O que a Bíblia diz sobre a fé:

– A Jairo Jesus disse-lhe: “… Não temas, crê somente.” (Mc 5.36).

– Ao pai do menino endemoninhado Jesus disse-lhe: “… Se tu podes crer; tudo é possível ao que crê.” (Mc 9.23).

– A Marta Jesus disse-lhe: “… Se tu creres verás a glória de Deus.” (Jo 11.40).

– O autor aos Hebreus admoesta-nos assim: “Cheguemos-nos com verdadeiro coração, em inteira certeza de fé.” (Hb 10.22).

– Tiago encorajá-nos a pedir com fé, não duvidando. (Tg 1.6; 5.15).

– Jesus enfatizou dizendo: “… tudo o que pedires, orando, crendo que o recebereis e tê-lo-eis.” (Mc 11.24).

2- A Sua Humildade. (v. 42).

Humildade é a virtude como manifestamos o sentimento da nossa fraqueza ou de nosso pouco ou nenhum mérito.

O que a Bíblia diz sobre a humildade:

“… Deus atenta para os humildes…” (Sl 138.6).

“E o que a si mesmo se exaltar será humilhado; e o que a si mesmo se humilhar será exaltado.” (Mt 23.12).

“Humilhai-vos perante o Senhor, e ele vos exaltará.” (Tg 4.10).

“Humilhai-vos, pois, debaixo da potente mão de Deus, para que ao seu tempo, vos exalte.” (1Pe 5.6).

3- A Sua Sinceridade. (vv. 36-38).

Sinceridade é a qualidade do que é sincero. Que se exprime sem artifício, sem intenção de enganar, de disfarçar o seu procedimento.

– “Elias era um homem sujeito as mesmas paixões que nós e, orando, pediu que não chovesse, e, por três anos e seis meses, não choveu sobre a terra. E orou outra vez, e o céu deu chuva, e a terra produziu o seu fruto.” (Tg 5.17,18).

O que a Bíblia diz sobre a sinceridade:

“… a oração feita por um justo pode muito em seus efeitos.” (Tg 5.16ª).

“Cheguemos-nos com verdadeiro coração em inteira certeza de fé…” (Hb 10.22ª).

“Cheguemos-nos, pois, com confiança ao trono da graça, para que possamos alcançar misericórdia e achar graça, a fim de sermos ajudados em tempo oportuno.” (Hb 4.16).

4- A Sua Perseverança. (vv. 43,44).

Perseverança é firmeza, constância na fé, nas virtudes. Persistir; conservar-se firme e constante.

O que a Bíblia diz sobre a perseverança:

“Pedi; e dar-se-vos-á; buscai e encontrareis; batei; e abrir-se-vos-á. Porque aquele que pede recebe, e o que busca encontra; e, ao que bate, se abre.” (Mt 7.7,8).

“… perseverai na oração.” (Rm 12.12).

“Orando em todo tempo com toda oração e súplica no Espírito e vigiando nisso com toda perseverança…” (Ef 6.18).

“Perseverai em oração, velando nela com ação de graças.” (Cl 4.2).

“Orai sem cessar.” (1Tss 5.17).

Resumo: A oração eficaz, isto é, que produz milagres, não se limita a alguns poucos, como apóstolos e profetas. Todos os crentes podem orar acreditando que haverá grandes resultados. – “… a oração feita por um justo pode muito em seus efeitos.” (Tg 5.16ª).

 

Read Full Post »

Texto Bíblico: 2Samuel 24.24

Introdução: Davi edifica um altar ao Senhor – Por orientação do profeta, Davi edificou um altar ao Senhor. (2Sm 24.18,19). Para isto ele comprou de Araúna Davi nos ensina neste altar é que não se deve oferecer a Deus “holocaustos que não custem nada.”Ele pagou o devido preço para que a praga cessasse sobre Israel.   (2Sm 24.25).

Da mesma maneira, Cristo pagou o preço de nossa redenção, para que fossemos livres da praga do pecado. (1Pe 1.18,19).

Exemplos de Sacrifícios de Valor:

1- Abel – “Ofereceu sacrifício dos primogênitos das suas ovelhas, e da sua gordura.” (Gn 4.4).

2- Abraão – “Ofereceu seu único filho Isaque em holocausto.” (Gn 22.1-14).

3- Davi – “Ofereceu sacrifício de valor.” (2Sm 24.24).

4- A Mulher Pecadora – “Levou um vaso de alabastro com ungüento.” (Lc 7.37,38).

5- A Viúva Pobre – “ofertou tudo o tinha.” (Lc 21.1-4).

6- Paulo – “Sacrifício de sua vida.” (Gl 2.20).

Exemplos de Sacrifícios sem Valor:

1- Caim – “Ofereceu do fruto da terra.” (Gn 4.5).

2- Nadabe e Abiú – “Ofereceram fogo estranho.” (Nm 10.1).

3- Sacrifícios de ímpios. (Pv 15.8).

4- Sacrifício de tolo. (Ec 5.1).

A Sagrada Escritura diz: “Portanto os que estão na carne não podem agradar a Deus.” (Rm 8.8).

O Verdadeiro Sacrifício de Valor é Feito:

1- Com alegria. (Sl 27.6).

2- Com humildade. (Lc 18.10-14).

3- Com coração quebrantado. (Sl 51.17).

4- Em espírito e em verdade. (Jo 4.23,24).

5- Com atitude de adoração. (Rm 12.1; Jo 4.23,24).

Resumo: Ofereça a Deus o que você tem de melhor – então espere o melhor da parte de Deus. “Portanto, oferecemos sempre, por ele, a Deus sacrifício de louvor, isto é, o fruto dos lábios que confessam o seu nome… porque, com tais sacrifícios Deus se agrada.” (Hb 13.15,16).

Read Full Post »

Texto Bíblico: Lucas 18.1-8

Introdução: Esta passagem tem como ilustração sobre a necessidade e a eficácia da oração persistente: “… o dever de orar sempre e nunca desfalecer.” (v.1).

1- Um Juiz.

John Gill assevera que toda a cidade que contava com uma população de cento e vinte homens ou mais, era dirigida por um grupo governante de vinte e três homens. Nas cidades onde havia menos de cento e vinte homens, três juízes eram nomeados, porque, nesses casos, não havia o corpo governante de vinte e três elementos.

Esse Juiz único era possível nas aldeias pequenas, embora não fosse prática recomendada na literatura judaica.

De conformidade com Maimonides, as qualificações daquele que deveria agir como juiz eram:

  • Sabedoria, mansidão (ou modéstia).
  • Temor (isto é, de Deus).
  • e Ódio a mamom (ou dinheiro).
  • Amor à verdade, amor ao gênero humano, e ser Senhor de um bom nome.

“O caráter do Juiz, aqui delineado, é de tal tipo que ele se permitia, com a mais total indiferença, ser controlado pelo egoísmo mais desavergonhado.” (Lange, in Loc).

“Sua consciência estava morta, e não havia amor às coisas aprovadas, e nem temor de culpa para suprir à ausência daquela.” (Ellicott, in Loc.).

2- Naquela mesma cidade uma viúva.

A viúva aparece aqui como símbolo daqueles que precisam ser defendidos contra a exploração alheia, alguém relativamente sem defesa, verdadeiramente dependente da bondade de terceiros para a sua sobrevivência. Em uma época em que as mulheres eram muito menos independentes e muito mais destreinadas para toda e qualquer ocupação industrial ou comercial.

“A viúva desejava não somente que ele pusesse fim à sua causa interminável, mas também que ele a libertasse para sempre das mãos de um poderoso adversário, o qual perseguia obstinadamente a uma mulher incapaz de defender-se.” (Lange, in Loc.).

3- Desta parábola da viúva aprendemos que há três elementos (segredos) indispensáveis à oração:

1- Confiança. Exemplos:

  • O salmista Davi. (Sl 6.9).
  • O profeta Elias. (Tg 5.17,18).

A Sagrada Escritura diz:

“Chegamos, pois, com confiança ao trono da graça, para que possamos alcançar misericórdia e achar graça, a fim de sermos ajudados em tempo oportuno.” (Hb 4.16).

2- Humildade.

Humilhar perante o Senhor é manifestar o sentimento da nossa fraqueza ou de nosso pouco ou nenhum mérito.

Este é o passo que conduz:

  • À honra. (Pv 15.33; 18.12).
  • À vitória. (2Crô 7.14; Ec 9.11; 1Co 15.57; 2Co 2.14).
  • À exaltação. (Sl 147.6; Mt 23.12; Tg 4.10; 1Pe 5.6).

3- Perseverança. (v.1). Exemplos;

  • O salmista Davi. (Sl 55.17).
  • O profeta Daniel. (Dn 6.10).
  • Os apóstolos de Jesus. (At 1.14).

As Sagradas Escrituras dizem:

“Pedi, e dar-se-vos-á, buscai e encontrareis; batei, e abrir-se-vos-á. Porque aquele que pede recebe; e o que busca encontra; e ao que bate, se abre.” (Mt 7.7,8).

“… perseverai na oração.” (Rm 12.12b).

“Perseverai em oração…” (Cl 4.2ª).

“Orai sem cessar.” (1Tss 5.17).      

Resumo: Quando Confiamos, Humilhamos e Perseveramos em oração, crescemos em caráter, fé e esperança.

Read Full Post »

Texto Bíblico: 1Reis 18. 30-39

Altar, lat. “Altus”: Lugar elevado para oferecer sacrifícios. Havia dois tipos de altares. Um consistia de terra. (Êx 20.24), ou de uma rocha. (Jz 13.19), ou de uma só pedra grande. (1Sm 14.33-35), ou de várias pedras não lavradas. (Êx 20.25; 1Rs 18.31,32).

Altar lugar de oferecer sacrifícios a Deus:

  • Sacrifício de devoção. (Gn 8.20).
  • Sacrifício de adoração. (Gn 22.1-14).
  • Sacrifício de valor. (1Sm 24.24).

“Possuímos um altar…” (Hb 13.10). Nossos sacrifícios são:

  • Nossos corpos. (Rm 12.1).
  • Nosso louvor. (Hb 13.15).
  • Sacrifícios espirituais. (1Pe 2.5).
  • Sacrifícios agradáveis a Deus. (Sl 51.17).

Os sacrifícios que agradaram a Deus:

  • O sacrifício de Abel. (Gn 4.4). “Ofereceu dos primogênitos das suas ovelhas.”
  • O sacrifício de Abraão. (Gn 22.1-14). “Ofereceu seu único filho Isaque em holocausto.”
  • O sacrifício de Davi. (1Sm 24.24). “Ofereceu sacrifício de valor.”

“Os sacrifícios agradáveis a Deus são o espírito quebrantado, coração compungido e contrito não o desprezarás, ó Deus.” (Sl 51.17).

Os sacrifícios que não agradaram a Deus:

  • O sacrifício de Caim. (Gn 4.3,5). “Ofereceu do fruto da terra.”
  • Os sacrifícios de Nabade e Abiú. (Nm 10.1).
  • Os sacrifícios de ímpios. (Pv 15.8).
  • O sacrifício de tolo. (Ec 5.1).

Os preparativos para a construção de altar de Elias:

1- Consertou o altar que estava quebrado. (v.30).

Como está teu altar?:

  • Quebrado,
  • Destruído,
  • Derrubado,
  • Sem lenha. (Pv 26.20). “Oração – combustível”,
  • Sem vítima. “Renúncia – sacrifício”.

2- Tomou doze pedras, conforme o número das tribos de Israel para construção do altar. (vv.31,32).

Qual (quais) a pedra que está faltando no teu altar?:

  • A pedra do Amor,
  • A pedra do Perdão,
  • A pedra da Oração,
  • A pedra da Dedicação,
  • A pedra da Submissão,
  • A pedra da Fidelidade,
  • A pedra da Comunhão,
  • A pedra da Consagração,
  • A pedra da Confiança,
  • A pedra da Renúncia,
  • A pedra da Gratidão,
  • A pedra da Adoração.

3- Orou ao Senhor para que descesse fogo sobre o altar. (vv.36-38).

A Sagrada Escritura diz: “… a oração feita por um justo pode muito em seus efeitos.” (Tg 5.16c).

A nossa oração deve ser feita:

  • Com humildade. (Mt 23.12; Tg 4.10; 1Pe 5.6).
  • Com sinceridade. (Hb 10.22).
  • Com confiança. (Tg 1.6; 5.15; Mc 9.23; Hb 4.16).
  • Com fervor. (At 4.31).
  • Segundo a vontade de Deus. (Mt 6.9,10; 1Jo 5.14).
  • Segundo a nossa necessidade. (Tg 4.3; Sl 27.7-12; Fl 4.6).

Read Full Post »

Texto Bíblico: Neemias 6.15,16

Neemias.

Era da tribo de Judá, e seu nome quer dizer aquele que Jeová conforta. Servia como copeiro (oficial do rei) na corte de Artaxerxes, da Péreia. (1.11).

Jerusalém.

Ela é mencionada pela primeira vez nas sagradas Escrituras em Josué 10.1. Todavia, já no livro de Gênesis, há uma referência (Gn 14.18) que a apresenta como a Salém de Melquisedeque. Este foi o mais antigo nome da capital de Israel, segundo a tradição judaica. Morada da paz! Eis o que significa Jerusalém na língua hebraica. Nas sagradas Escrituras, identificamo-la como:

  • Ariel. (Is 29.1).
  • Sião. (Sl 87.2).
  • Jebus. (Is 18.28; Jz 19.10).
  • Cidade de Davi. (2Sm 5.7; Is 22.9).
  • Cidade de Deus. (Sl 46.4; 87.3).
  • Cidade do Grande Rei. (Sl 48.2; Mt 5.35).
  • Cidade de Judá. (2Crô 25.28).
  • Cidade Santa. (Ne 11.1).
  • Cidade da Justiça. (Is 1.26).
  • Lareira de Deus. (Is 1.26).
  • Santo Monte. (Dn 9.16).
  • Perfeita Formosura. (Lm 2.15).

Os fatores de sucesso na reconstrução das muralhas em 52 dias:

  • Deus estava com seu povo. (2.20).
  • O coração de povo se inclinava para trabalhar. (4.6).
  • A fé de Neemias. (2.20).
  • A humildade de Neemias. (6.3).
  • A coragem de Neemias. (6.3).
  • A dedicação de Neemias. (6.3).
  • A decisão de Neemias. (6.3).
  • A dependência de Neemias. (6.9).

Read Full Post »

Texto Bíblico: Mateus 15.28

A chamada literatura Clementina da a essa mulher o nome de Justa, e sua filha se chamava Berenice. O hábito das é atribuir nomes as pessoas, para tornar mais concreto o que é indefinido. Mas não podemos confiar em tais tradições, apesar de interessantes.

Está mulher era grega, siro-fenício de nação. (Mc 7.26). Cuja filha tinha um espírito imundo. (v.22; Mc 7.25).

Os fenícios descendiam dos cananeus, nação semita. Ela era da Fenícia siríaca, e não da Líbio-Fenícia no norte da áfrica.

  • Ela era uma mulher gentia.
  • Os gentios não se comunicavam com os judeus.
  • Eles eram inimigos dos judeus.

            “Jesus veio para quebrar essas barreiras.” 

As atitudes que está mulher tomou para alcançar o seu objetivo:

1- Ela não perdeu a oportunidade.

– “… ouvindo falar de Jesus, foi e lançou-se aos seus pés.” (Mc 7.25).

Exemplos:

  • A mulher que tinha um fluxo de sangue. (Mc 5.25-34).
  • O pai do jovem lunático. (Mc 9.17-24).
  • Zaqueu. (Lc 19.1-10).

A Sagrada escritura diz:

“Foste chamado sendo servo? Não te dê cuidado; e, se ainda podes ser livre, aproveita a ocasião.” (1Co 7.21).

2- Ela clamou ao Senhor. (v.22).

“… clamou, dizendo: Senhor, Filho de Davi, tem misericórdia de mim…”

Exemplos:

  • Israel sob o jugo da escravidão. (Êx 2.23).
  • José do Egito na tribulação. (At 7.9,10).
  • Sansão no sofrimento. (Jz 16.28).
  • Samuel diante dos inimigos. (1Sm 7.7-12).
  • Davi na angústia. (Sl 18.6; 22.5).
  • Jonas na barriga do grande peixe. (Jn 2.2).

As Sagradas Escrituras dizem:

“Clama a mim, e responder-te-ei e anunciar-te-ei coisas grandes e firmes que não sabes.” (Jr 33.3).

“A ti clamaram e foram salvos…” (Sl 22.5).

3- Ela adorou ao Senhor. (v.25).

“… chegou ela e adorou-o dizendo: Senhor socorre-me.”

A Sagrada Escritura diz:

“Mas à hora vem, e agora é que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade, porque o Pai procura a tais que assim o adorem.

Deus é espírito; e importa que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade.” (Jo 4.23,24).

4- Ela humilhou perante o Senhor. (v.27).

“… sim Senhor, mas também os cachorrinhos comem das migalhas que caem da mesa dos seus senhores.”

As Sagradas Escrituras dizem:

“… e o que a si mesmo se humilhar será exaltado.” (Mt 23.12).

“Humilhai-vos perante o Senhor e ele vos exaltará.” (Tg 4.10).

“Humilhai-vos, pois, debaixo da potente mão de Deus, para que a seu tempo, vos exalte.” (1Pe 5.6).

Resumo: Aquela mulher não se desanimou diante dos obstáculos, e cumpriu todas as condições impostas por Jesus, provando a sua fé: através da sua confiança, humildade e perseverança.

“O mulher, grande é a tua fé. Seja isso feito para contigo, como tu desejas…” (v.28).

Read Full Post »