Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Oportunidade’ Category

Texto Bíblico: Esdras 7.10

Introdução: Esdras vai a Jerusalém. Devemos reconhecer um intervalo de 58 anos entre os capítulos 6 e 7. Dario está morto, e Artaxerxes (Longimanus) reina na Pérsia. È o sétimo ano do seu reinado,458 a.C., e Esdras obtém licença de ir a Jerusalém. Ele, como Neemias, pediu licença de ir a Jerusalém, mas sendo sacerdote seu primeiro interesse foi o Templo de Deus. Neemias foi para restaurar a cidade e edificar os muros.

Esdras, “Escriba Versado” na Lei do Senhor, Deus de Israel. (Ed 7.6). Dedicava sua vida ao estudo das Sagradas Escrituras. Era sacerdote eficiente, porque estava determinado a obedecer aos mandamentos do Senhor e ele ensinou tanto através de seus pronunciamentos quanto por meio de seu exemplo. Esdras é um modelo para todos que se dedicam como pessoas ungidas por Deus, a estudar, obedecer e ensinar a sua palavra. Vejamos:

Esdras preparou o seu coração para:

1- Buscar a Lei do Senhor.

  • A lei do Senhor é perfeita e refrigera a alma. (Sl 19.7ª).
  • A lei do Senhor dá sabedoria ao simples. (Sl 19.7b).
  • A lei do Senhor é a verdade. (Sl 119.142; Jo 8.32).
  • A Lei do Senhor é espiritual. (Rm 7.14).

2- Cumprir a Lei do Senhor.

  • Quem ama, cumpri a lei. (Rm13.8).
  • Cumprir a lei é andar em liberdade. (Sl 119.44,45, 96-100).
  • Cumprir a lei é questão de prudência. (MT 7.24).
  • Cumprir a lei garante entrada no reino de Deus. (Mt 7.21).
  • A obediência à lei deve ser de todo coração. (Dt 26.16; 32.46).
  • A obediência à lei é o preço do êxito. (Js 1.7,8).
  • A obediência à lei é melhor que o sacrifício. (1Sm 15.22).
  • Há uma bem-aventurança para aquele que cumprir a lei. (Jo13.17).

Tiago adverte: “… sede cumpridores da palavra e não ouvintes”. (Tg 1.22).

3- Ensinar a Lei do Senhor.

  • É uma ordenança de Jesus. (Mt 28.19,20; 2Tm 4.2).
  • É uma santa vocação. (2Tm 1.9).
  • É a missão do povo de Deus. (2Crô 17.7; Mt 28.19,20).
  • É uma obrigação do povo de Deus. (2Tm 4.2).
  • É a responsabilidade mais importante do povo de Deus. (Mt 28.19,20; 2Tm 4.2).
  • É uma urgência do povo de Deus. (Mt 24.14).
  • Há uma promessa de recompensa para todos os que fazem à obra de Deus. (2Crô 15.7; 1Co 15.58).

Resumo: A Como Esdras, devemos estar determinados a estudar e a obedecer à Palavra de Deus. Lealdade a Deus e a sua Palavra sempre trará a benção e a ajuda divina. Todos os que buscam a Deus contritamente e que lhe são leais e, à sua Palavra, terão a mão favorável do Senhor sobre eles.

Anúncios

Read Full Post »

Texto Bíblico: 1Coríntios 7.21

Introdução: Quantas oportunidades já não foram desperdiçadas por tantas pessoas neste momento, oportunidades de escolha que poderiam fazer diferença no agora ou no futuro.

Quantas oportunidades não foram colocadas em segundo plano por conta de orgulho, de poder, de posição.

Quantos que neste momento dariam tudo se pudesse voltar no tempo em face de não aproveitar as oportunidades que foram colocadas à disposição. Muitas oportunidades são únicas. (Ec 9.11,12).

1- A Oportunidade da Salvação. (2Co 6.2).

Deus oferece salvação a todas as pessoas. Muitas adiam uma decisão a favor de Cristo pensando que haverá uma ocasião melhor – mas podem facilmente perder por completo a oportunidade.

Não existe um tempo tão apropriado para receber o perdão (salvação) de Deus como o presente. Não permita que algo o impeça de vir a Cristo.

O tempo oportuno é “agora” mesmo. Este e o tempo “aceitável”, “bem-vindo” e “favorável” – este em que vivemos.

A Escritura Sagrada diz:

“como escaparemos nós, se não atentarmos para uma tão grande salvação, a qual, começando a ser anunciada pelo Senhor, foi-nos, depois, confirmada pelos que a ouviram.” (Hb 2.3).

2- A Oportunidade de Buscar ao Senhor. (Is 55.6).

Isaías nos exorta a buscá-lo enquanto pudemos achá-lo, enquanto Ele está próximo. Não espere até encontrar-se à deriva, e longe de Deus, para procurá-lo. Quanto mais tempo passar, mais difícil será voltar para Ele. Busque a Deus agora, enquanto pode fazê-lo, antes que seja tarde de mais.

A Escritura Sagrada diz:

“… é tempo de buscar o Senhor…” (Os 10.12).

“… se o buscardes, o achareis…” (2Crô 15.2b). Tiago disse: “Chegai-vos, pois, a Deus, e ele chegará a vós…” (Tg 4.8ª).

“… Buscai-me e vivei.” (Am 5.4).

“… aqueles que buscam ao Senhor de nada têm falta.” (Sl 34.10).

3- A Oportunidade da Liberdade. (1Co 7.21).

A escravidão era comum em todo Império Romano. Hoje também não são diferentes as pessoas são escravas do pecado até que entregue sua vida a Cristo, que é o único que pode vencer o poder do pecado e te dar plena liberdade. – “Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente, sereis livres.” (Jo 8.36).

Agarre, aprovei-te a oportunidade: “Foste chamado sendo escravo? Não te dê cuidado; e, se ainda podes ser livre, aproveita a ocasião.” (1Co 7.21). Hoje é o seu Dia! Aproveite a oportunidade para ser livre.

A Escritura Sagrada diz:

“e conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.” (Jo 8.32).

Resumo: As oportunidades que temos hoje podem não estar disponíveis no futuro, e isso é uma das coisas que muitas pessoas acabam não levando em conta. Não perca as oportunidades de Deus à sua vida!

Hoje é o tempo da oportunidade da Salvação de Buscar ao Senhor e de Liberdade! Aproveite-te enquanto há tempo, pois, amanhã pode ser tarde demais! Aproveite, não deixe para amanhã o que se pode fazer hoje!

Read Full Post »

Texto Bíblico: 2Crônicas 20.1-4, 15,21

Introdução: Este é, provavelmente, o capítulo mais amado e familiar de 2Crônicas, pois explica como o Senhor garante a vitória àqueles que confiam Nele.

Josafá estava enfrentando a pior ameaça externa do seu do seu reinado. Uma grande multidão (v. 2) de moabitas, amonitas e outras tribos da região de Síria estavam tramando esmagar Judá.

Em face da incrível disparidade numérica do inimigo, Josafá humilhou-se diante do Senhor. O resultado? O resultado foi a maior vitória jamais experimentada por ele.

A promessa do Senhor, dada através do profeta Jaaziel, serve de conforto para os crentes de todas as épocas que enfrentam situações de desesperança: “… Não temas, nem vos assusteis… pois a peleja não é vossa, senão de Deus.” (v. 15).

No entanto, a narrativa revela três passos-chaves que colocam o povo de Deus na posiçãoem que Elepoderia dar-lhes a vitória:

1- Buscar ao Senhor. (v. 3).

Quando três nações resolveram formar uma frente unida para atacar Judá, a primeira reação de rei foi buscar a face do Senhor, suplicando sua ajuda. “Se algum mal nos sobrevier… nós nos apresentaremos… diante de ti…” (v. 9). – “… não sabemos nós o que fazer; porém os nossos olhos estão postos em ti.” (v. 12).

Neste incidente, Josafá nos dá uma grande demonstração da sua fé. Enfrentando uma crise aparentemente insolúvel, em vez de fitar o seu problema ele fixou os olhos no Senhor.

Era precisamente isso que Deus desejava. Assim Deus prometeu que, se Judá saísse com fé para combater o inimigo, Ele mesmo lutaria por Seu povo e lhe daria a vitória: “Neste encontro, não tereis de pelejar; tomai posição, ficai parados e vede o salvamento que o SENHOR vos dará, ó Judá e Jerusalém. Não temais, nem vos assusteis; amanhã, saí-lhes ao encontro, porque o SENHOR é convosco.” (v. 17).

2- Crer no Senhor. (vv. 15,20).

Quando a nação se viu frente a frente com o desastre e quando as forças do inimigo ameaçaram invadir Judá, Deus falou por intermédio de Jaaziel: “Não temais…, pois a peleja não é vossa, senão de Deus.” (v.15b).

Talvez não tenhamos de enfrentar um inimigo, mas temos de lutar todos os dias contra as tentações, as pressões e “contra as forças espirituais do mal” (Ef 6.12) que desejam que nos rebelemos contra Deus. Lembre-se que, como cristãos, temos o Espírito de Deus dentro de nós. Se pedirmos o auxílio do Senhor quando enfrentamos lutas. Ele combaterá por nós. Deus sempre triunfa!

Mas o que devemos fazer para que Ele possa lutar por nós? Devemos entender que a batalha não é nossa, mas do Senhor e confiar plenamente nEle. “Porque em nós não há força… e não sabemos nós o que faremos; porém os nossos olhos estão em ti.” (v. 12). O profeta messiânico disse: “Olhai para o SENHOR e sereis salvos…” (Is 45.22ª).

3- Louvar ao Senhor. (v. 21).

Os Judeus formaram um grande coral e começaram a cantar e a louvar ao Senhor. E, ao tempo em que começaram (a cantar) com júbilo e louvor a Deus, na certeza de que Ele iria lutar por eles, os seus inimigos foram desbaratados. O louvor poderoso gera vitória.

Qual seja a situação ou tempo em que o povo de Deus o louva, Deus reina entre o povo e faz grandes coisas em seu favor.

“… Louvai o SENHOR, porque a sua benignidade dura para sempre.” (V. 21).

Resumo: “Nesta peleja, não tereis de pelejar; parai, estai em pé e vede o livramento do Senhor para convosco, ó Judá e Jerusalém…” (v.17ª).

Read Full Post »

Texto Bíblico: Apocalipse 3.7, 8

Introdução: A porta aberta do presente texto, profeticamente falando, refere-se à era missionária da igreja, que começou nos fins do século XVIII e que chega até os nossos próprios dias.

Essa porta aberta talvez ofereça uma oportunidade incomum para a pregação do evangelho.

O ato de abrir uma porta é uma das mais sugestivas figuras simbólicas de linguagem humana. Horizontes mais vastos, vistas mais amplas, visões mais profundas, maiores possibilidades de sucesso, livramentos, ar puro e nova vida.

1- A Porta Foi Aberta Por Deus.

A porta foi provida por Deus, mas para se entrar nela é necessária a cooperação humana.

“… o que tem a chave de Davi, o que abre, e ninguém fecha; e fecha, e ninguém abre.” (v. 7).

“… eis que diante de ti pus uma porta aberta, e ninguém a pode fechar…” (v. 8).

Depois de abrir, ninguém poderá fechá-la novamente – a salvação está assegurada. Uma vez que esteja fechada, ninguém poderá abri-la – e o castigo será infalível.

Essas palavras dão a entender o Senhorio absoluto de Cristo. A passagem de Mateus 28.18, onde se lê: “… Toda autoridade me foi dada no céu e na terra.”

O prazer de Cristo é o de abrir a porta para todas as nações, para que ouçam o evangelho e o Apocalipse mostra que isso se realizará.

2- A Porta Ainda Está Aberta:

1) Porta da Salvação. (Jo 10. 9a).

Jesus é a única porta da salvação, não há salvação senão por Ele. (At 4.12). Jesus é a porta da salvação de Deus para nós. (Mt 7.13,14; Lc 13.24). Jesus é única à porta que leva á vida eterna.

2) Porta da Libertação. (Jo 10. 9b).

Jesus é a única porta (verdade) para a libertação de quem está cativo no pecado.

A Escritura Sagrada diz:

“e conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.” (Jo 8.32).

“Se, pois o Filho vos libertar, verdadeiramente, sereis livres.” (Jo 8.36).

3) Porta da Proteção. (Jo 10. 7).

No aprisco, o pastor desempenha a função de uma porta, fazendo com que, por seu intermédio, as ovelhas entrem e sejam protegidas. Ele oferece o acesso à segurança e à proteção. Cristo é o nosso protetor.

4) Porta da Provisão. (Jo 10. 9c).

Sendo Ele o doador da vida é também Aquele que a sustenta. Podemos confiar que Deus sempre atenderá às nossas necessidades materiais e espirituais. Ele sempre proverá tudo àquilo de que precisarmos em nossa vida. O suprimento de Deus é abundantemente rico e glorioso. (Fl 4.19).

Resumo: Pouco tempo resta para aqueles que desejam ser admitidos. Logo o dono da casa fechará a porta, e os que chegarem tarde “baterá”em vão. As palavras do “dono da casa” são umas reminiscências das palavras do noivo, na parábola das virgens loucas e prudentes. (Mt 25. 10-13).

Esforçamo-nos arduamente para entrar pela porta estreita e segui-lo, porque desejamos sinceramente conhecer Jesus pessoalmente, a qualquer custo. Não ousemos adiar esta decisão, porque a porta da graça não ficará aberta para sempre!

Read Full Post »

Texto Bíblico: 1Reis 17.8-16

Introdução: Deus atento às necessidades e aflições de uma viúva pobre. Ele enviou Elias para fortalecer-lhe a fé e trazer-lhe bençãos materias no momento em que ela julgava que tudo estava perdido (v. 12).

A fé que essa viúva tinha em Deus e na sua palavra, através do profeta Elias, levou-a a permutar o certo pelo incerto e o invisível pelo invisível (vv. 10-16; Hb 11.27).

A viúva crente recebeu do profeta de Deus, não somente uma benção material, como também uma benção espiritual.

E diante desse episódio posso observar três fatos notáveis na vida desta mulher. Vejamos:

1- Mulher de Coragem. (v. 13a). “… Não temas…”

  • Para aceitar os desafios. . (Êx 14.15).
  • Para desafiar os obstáculos. (2Crô 32.7,8).
  • Para enfrentar o adversário das nossas almas. (Tg 4.7b).
  • Para viver no centro da vontade de Deus. (Rm 12.2).

2- Mulher de Obediência – Submissão. (vv.1 3b, 15a). “… vai… E foi ela e fez conforme a palavra de Elias…”

  • A obediência é questão de prudência. (Mt 7.24).
  • A obediência é o preço do êxito. (Js 1.7,8).
  • A obediência é o caminho que leva à vitória. (Jo 9.7).

3- Mulher de Fé. (vv. 14,15). “Porque assim diz o SENHOR, Deus de Israel: A farinha da panela não se acabará, e o azeite da botija não faltará, até ao dia em que o SENHOR dê chuva sobre a terra. E foi ela e fez conforme a palavra de Elias; e assim comeu ela, e ele, e a sua casa muitos dias.”

  • Para ver o invisível. (Hb 11.1,27).
  • Para agradar a Deus. (Hb 11.6).
  • Para ver a glória de Deus. (Jo 11.40).
  • Para tornar possível todas as coisas. (Mc 9.23).

Resumo: A mulher venceu o medo e respondeu mostrando uma atitude de Coragem, Obediência e Confiança. Deus foi fiel à sua promessa. – “Da panela a farinha se não acabou, e da botija o azeite não faltou, conforme a palavra de SENHOR, que falara pelo ministério de Elias.” (v. 16). Siga o exemplo dessa mulher e tome posse das bênçãos e promessas do Senhor na sua vida em nome de Jesus!

Read Full Post »