Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Abundãncia’ Category

Texto Bíblico: Salmos 23.1

 Introdução: O salmo 23 foi escrito por Davi na visão e perspectiva de um pastor de ovelhas. E como tal, Davi conhecia todas as implicações e realidades desse trabalho. Ele olha para Deus e vê que assim como ele lidava e tratava suas ovelhas, era também cuidado e tratado por Deus que era o seu pastor. Desta forma com muita propriedade ele apresenta realidades que eram vividas no cotidiano de seu trabalho e as aplica ao contexto espiritual, observando assim a maravilhosa forma como Deus cuidava de sua vida. O mesmo cuidado Deus continua dispensando às suas ovelhas ainda hoje. Ele continua sendo e sempre será o nosso grande Pastor.

O texto nos afirma: “O Senhor é o meu Pastor; nada me faltará.” – Que maravilha!  O Senhor é o nosso Pastor e supre todas as nossas necessidades. Portanto, temos a certeza de sua presença plena em nossas vidas cuidando de nós. Muita das vezes como ovelhas nos distanciamos do aprisco e nos afastamos do nosso Pastor. Contudo, Ele é fiel e nunca nos abandona. Ele sempre virá em busca de suas ovelhas. Duas verdades são aqui destacadas:

1- Pastor Pessoal.

Ele é o “meu pastor…”. Ele tem conosco uma relação pessoal. Ele conhece chama pelos nomes as suas próprias ovelhas. (Jo 10.3). Ele nos conhece pessoalmente. Ele conhece suas ovelhas intimamente, uma por uma, e cuida delas individualmente. Ele conhece as ovelhas uma por uma, tratando-as bondosamente, como indivíduos. As ovelhas têm contato pessoal com o pastor. A Escritura Sagrada diz:

“As minhas ovelhas ouvem a minha voz, e eu conheço-as, e elas me seguem; e dou-lhes a vida eterna, e nunca hão de perecer, e ninguém as arrebatará das minhas mãos.” (Jo 10.27,28). Isto é relacionamento pessoal: “O Senhor é o meu Pastor…” Isto fala também de comunhão pessoal com Ele.  

2- Pastor Suficiente.

“… nada me faltará.” Ele é o pastor que supre suas ovelhas em quaisquer circunstâncias. A ovelha é um animal indefeso, míope e incapaz de cuidar de si mesma. Ela necessita do cuidado do pastor.

E Cristo tem toda a condição para suprir suas ovelhas de forma plena. Descanse e confie no Senhor, pois na hora certa Ele sempre tem a resposta de suprimento para suas ovelhas. Ele tem suprimento abundante e suficiente. “… nada me faltará.”

  • Não faltará alimento. (v.2).“Deitar-me faz em verdes pastos, guia-me mansamente a águas tranqüilas”.
  • Não faltará refrigério. (v.3ª).“Refrigera a minha alma…”
  • Não faltará direção. (v.3b). – “… guia-me pelas veredas da justiça…”
  • Não faltará segurança. (v.4a). – “Ainda que eu andasse pelo vale da sobra da morte, não temeria mal algum…”
  • Não faltará companhia. (v. 4b).“pois tu estás comigo”
  • Não faltará Consolo. (v.4c). – “… a tua vara e o teu cajado me consolam.”
  • Não faltará suprimento. (v.5a). “Preparas uma mesa perante mim na presença dos meus adversários…”     
  • Não faltará unção. (v.5b). “… unges-me a cabeça com óleo…”
  • Não falta regozijo. (v.5c). “… o meu cálice transborda.”
  • Não faltará bondade e misericórdia (v.6a). “Certamente que a bondade e a misericórdia me seguiram todos os dias da minha vida…”
  • Não faltará convicção. (v.6b). – “… habitarei na casa do Senhor por longos dias.”

Ele faz tudo quanto pode para cuidar delas, por possuir por elas um afeto genuíno, protegendo-as do perigo, suprindo-lhes todas as necessidades.

Resumo: O resultado destas certezas na vida daqueles que foram lavados e remidos pelo Sangue de Cristo, sem dúvida é Alegria completa por pertencer ao rebanho de Cristo. Um rebanho cuidado pelo Sumo Pastor e caminha para os céus.

Anúncios

Read Full Post »

Texto Bíblico: João 11.25

Introdução: Jesus é a vida, tanto a vida futura como o princípio e a fonte originária de toda a vida, pelo que também aquele que não se achega a Deus, por intermédio dEle, está sujeito à condenação, à morte espiritual. (Jo 3.15).

1- Vida radiante. (Jo 1.4; 5.26).

2- Vida abundante. (Jo 10.10).

3- Vida eterna. (Jo 3.15,16; 5.24; Rm 5.21).

4- Vida para os mortos. (Jo11. 25; 1Jo 5.12).

Read Full Post »

Texto Bíblico: 2Reis 4.1-7

Introdução: Eliseu aumenta o azeite da viúva de um profeta. O trecho ocupa-se com uma viúva, pobre, endividada, e ameaçada por um credor sem misericórdia. Em seu desespero, a mulher busca alguém que possa ajudá-la. Vai ao encontro de Eliseu, o profeta de Deus.

Esta foi à pergunta do profeta Eliseu: O que é que você tem em casa? A uma mulher viúva que enfrentava sérios problemas. Seu marido, da escola de profetas, havia morrido e um cobrador queria levar seus filhos como escravos a fim de quitar a dívida.

A resposta vem em um tom desanimador: “Tua serva não tem nada em casa, senão uma botija de azeite”. Deus, através de Eliseu, realiza um grande milagre na vida daquela família.

A provisão milagrosa lhe veio mediante o que ela já tinha: um vaso de azeite. A provisão foi dada na medida da fé que a mulher tinha e da sua capacidade de armazenamento. Deus usou o que ela possuía para multiplicar-lhe os recursos e realizar o milagre de que ela precisava.

Para Deus Operar Um Milagre a Quantidade Não Faz Nenhuma Diferença. Vejamos:

1- Moisés – tinha uma vara: “… e os filhos de Israel passaram pelo meio do mar em seco…” (Êx 14.16,21, 22).

2- Sansão – tinha uma queixada de um jumento: “… e feriu com ela mil homens.” (Jz 15.15).

3- Davi – tinha uma funda e cinco pedras: “E assim… prevaleceu contra o gigante filisteu…” (1Sm 17.40,50).

4- A viúva de Sarepta – tinha farinha na panela e azeite na botija: “… e assim comeu ela… e a sua casa muitos dias.” (1Rs 17.12,14,15).

5- Elias – tinha uma capa: “… e passaram ambos (Elias e Eliseu) o rio Jordão em seco.” (2Rs 2.8).

6- Os discípulos – tinham cinco pães e dois peixinhos: “… e deram de comer a quase cinco mil pessoas.” (Mc 6.37-44).

7- O apóstolo Pedro – tinha unção e poder e disse ao paralítico: “Não tenho prata nem ouro, mas o que tenho, isso te dou. Em nome de Jesus Cristo, o Nazareno, levanta e anda.” (At 3.6).

8- A mulher do profeta – tinha uma botija de azeite: “E sucedeu que, todos os vasos foram cheios…” (2Rs 4.2,6,7). O milagre aconteceu! O azeite da viúva é multiplicado.

Deus fez o milagre a partir do que ela tinha: uma botija de azeite. Foi a partir desta botija de azeite que Deus operou o milagre.

 O Milagre Depende do Que se Têm. O que é que você tem em casa? Diante da pergunta, você poderia responder: “Não tenho nada.” A Bíblia diz: No princípio – “A terra era sem forma e vazia… E disse Deus: Haja…” (Gn 1.2,3). Indicando o meio pelo qual vida e ordem eram gerados. Deus pode usar do recurso existente, por menor que seja e em qualquer circunstância. 

Deus irá operar o milagre em sua vida a partir do que você tem. Se nada oferecemos a Deus, Ele nada terá para usar. Mas Ele pode usar o pouco que temos e transformá-lo em muito.

Nós podemos nem ter tudo, e, contudo, podemos ter conosco alguma coisa que Deus é capaz de abençoar abundantemente. (Ef 3.20).

– “Ora, àquele que é poderoso para fazer tudo muito mais abundantemente além daquilo que pedimos ou pensamos, segundo o poder que em nós opera.”

Resumo: Tenha Coragem! Não Perca a Esperança! “O pouco pode ser transformado em muito se for colocado nas mãos do Senhor e por Ele abençoado.” (Mc 6.30-44). Acredite! O Milagre Depende do Que se Têm.

Read Full Post »

Texto Bíblico: Filipenses 4.19

Introdução: A palavra abundar, ou abundância, é traduzido de várias palavras do hebraico e do grego, que significam aumentar, ser pesado, transbordar, multiplicar, saciar, etc.

Paulo enfatiza o cuidado amoroso de Deus Pai pelos seus filhos. Ele suprirá todas as nossas necessidades (matérias e espirituais), à medida que as apresentar-mos diante dEle. Podemos confiar que Deus sempre atenderá as nossas necessidades. Ele sempre proverá tudo de que precisarmos na terra.

1- A Deus Pertence:

  • – “A terra e a sua plenitude, o mundo e os que nele habitam.” (Sl 24.1).
  • O ouro e a prata. (Ag 2.8).

“… Ele suprirá todas as vossas necessidades segundo a sua gloriosa riqueza em Cristo Jesus.” (Fl 4.19).

2- Em Deus Não há Crise:

  • Ele tem Abundância de Alegria. (Sl 16.11; Jó 41.22).
  • Ele tem Abundância de Paz. (Sl 72.7).
  • Ele tem Abundância de Pão. (Lc 15.17).
  • Ele tem Abundância de Vida. (Jo 10.10).
  • Ele tem Abundância de Gozo. (2Co 8.2).
  • Ele tem Abundância de Graça. (2Co 9.8).
  • Ele tem Abundância de Poder. (Ef 3.20).

Read Full Post »

Texto Bíblico: João 10.9

Introdução: Jesus, ao declarar que é a Porta, se apresenta como único mediador entre Deus e o homem, e que tem o poder de levar o pecador de volta ao seu Criador, e torná-lo filho de Deus. Ele não é simplesmente uma porta, mas a Porta, por isso quem está com Jesus Cristo tem total segurança.

1- A Única Porta Para a Salvação – “Eu sou a porta; se alguém entrar por mim, salvar-se-á…” (v 9ª).

Jesus é o único caminho para a salvação. (Jo 14.6; At 4.12). Qualquer pessoa pode ser salva, precisa tão somente crer que a porta é Jesus e entrar por ela. (v.9).

2- A Única Porta Para a Liberdade – “… e entrará, e sairá…” (v. 9b).

Jesus é a única verdade para a libertação de quem está cativo no pecado.

As Sagradas Escrituras dizem:

 – “e conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.” (Jo 8.32).

 – “Se, pois o Filho vos libertar, verdadeiramente, sereis livres.” (Jo 8.36).

3- A Única Porta Para o Sustento – “… e achará pastagens.” (v.9c).

 (Mt 6.33). Sendo ele o doador da vida é, também, aquele que a sustenta.

As Sagradas Escrituras dizem:

“E Jesus lhes disse: Eu sou o pão da vida; aquele que vem a mim jamais terá fome; e quem crê em mim nunca terá sede.” (Jo 6.35).

“O SENHOR é o meu pastor; nada me faltará. Deitar-me faz em verdes pastos, guia-me mansamente a águas tranqüilas.” (Sl 23.1,2).

Conclusão: Jesus é única porta para o reino dos céus, por isso não devemos procurar outra, pois isso seria trabalhar em vão, seria inútil! Para o céu não há atalhos, o caminho contínua sendo o Senhor Jesus e a condição é Crer em seu nome!

Read Full Post »

Texto Bíblico: 1Reis 17.8-16

Introdução: O Senhor traz o auxílio de onde menos esperamos. Ele provê o que necessitamos de uma forma que ultrapassa nossas restritas definições ou expectativa.

Não importa quão amarga sejam as nossas tribulações, ou quão sem esperança a nossa situação possa parecer, devemos buscar o cuidado de Deus.

Podemos encontrar sua providência em lugares ou situações que nos pareçam estranhas!

1- Deus Provando a Sua Fé. (vv. 10-13).

Quando a viúva de Sarepta conheceu Elias, pensou que iria preparar sua última refeição. Porém, Elias pede-se a ela que estava ficando completamente sem comida que compartilhasse o pouco que ainda tinha com Elias. E ela não sabendo que Deus estava provando a sua fé.

Às vezes, as provações vêm sobre o crente a fim de que Deus possa testar a sinceridade da sua fé. A prova contém a idéia de provar autenticidade. A Escritura Sagrada diz:

“Eu, o Senhor, esquadrinho o coração, eu provo os pensamentos; e isto para dar a cada um segundo os seus caminhos, segundo o fruto das suas ações.” (Jr 17.10).

“Para que a prova da vossa fé, muito mais preciosa do que o ouro que perece e é provado pelo fogo, se ache em louvor, e honra, e glória na revelação de Jesus Cristo.” (1Pe 1.7).

2- Orientação de Elias. (v. 13):

  • “Não temas…” (Confiança),
  • “… vai…” (Obediência e Submissão),
  • “E foi ela e fez conforme a palavra de Elias…” (v. 15ª). (Dependência).

3- Abundância Prometida. (v. 14).

  • O sustento dos servos do Senhor é garantido. (Fl 4.19).

“E o meu Deus suprirá todas as vossas necessidades segundo a sua gloriosa riqueza em Cristo Jesus.”

4- Providência Divina. (v. 14; Is 64.4):

  • Aquela viúva tinha tudo e não sabia. (v. 12). “…  farinha na panela e azeite na botija…”.
  • E assim comeu ela, e a sua casa muitos dias. (v. 15b).
  • Hoje, não é diferente, ainda há esperança. (Ef 3.20).

Resumo: O Senhor traz o auxílio de onde menos esperamos. Acredite! Tenha Coragem! Não perca a esperança: “O pouco pode ser transformado em muito se for colocado nas mãos do Senhor e por Ele abençoado.” (Mc 6.30-44).

Read Full Post »

Texto Bíblico: João 21.1-6

Introdução: É essencial recebermos orientação do Senhor em todo o nosso trabalho. Sem a presença de Cristo e sem sua mão orientadora, aquilo que fazemos torna-se um fracasso total e um esforço inútil.

1- Os discípulos foram pescar. Por que:

“… Vou pescar. Disseram-lhe eles: Nós também vamos contigo…” (v.3a).

  • Eles não sabiam o que fazer,
  • Eles ainda não tinham sido comissionados,
  • Eles não tinham recebido a ordem de esperar em Jerusalém. (Lc 24.49),
  • Eles precisavam pescar, para ganhar o sustento para eles e sua famílias,
  • E  a profissão deles era a pesca.

2- Os discípulos não conseguiram apanhar nada naquela noite. (vv.3b). Por que:

  • Jesus ressurreto estava longe,
  • A comunhão com Jesus é a condição de sucesso,
  • Precisava receber a orientação de Jesus,

“… Lançai a rede à direita do barco e achareis…” (v.6a).

3- Os discípulos não reconheceram a Jesus pelas seguintes razões prováveis. (v. 4):

  • Porque ainda não era dia claro, pois a madrugada ainda vinha raiando,
  • Por causa da neblina do começo do dia, sendo ainda cedo pela manhã,
  • Por causa da distância entre o barco e a beira da praia, onde Jesus se encontrava,
  • Porque não lhes foi permitido, naquele momento, reconhecerem-no,
  • Ou talvez após a sua ressurreição reconhecer ao Senhor Jesus requeria determinada preparação mental e espiritual do homem interior. Enquanto que a mentes deles estavam voltadas para a pesca.

4- A condição dos discípulos:

“… tendes alguma coisa de comer… Não.” (v.5).

  • Situação de fracasso,
  • De cansaço,
  • De desânimo,
  • Eles estavam exaustos.

5- A necessidade dos discípulos:

  • Necessidade de sustento (peixe),
  • De abundância. (Fl 4.19),
  • De vitória. (Pv 21.31; 1Co 15.57; 2Co 2.14).
  • De milagre. (Mt 26.19; Mc 10.27; Lc 1.37; Ef 3.20).

6- O que foi necessário para providência divina:

  • A presença de Jesus,
  • A orientação de Jesus,
  • A dependência de Jesus.

“… Lançai a rede à direita do barco e achareis…” (v.6a).

7- A condição de Jesus para os discípulos:

  • Confiança. (Lc 5.5).

“… Se creres, verás a glória de Deus.” (Jo 11.40).

  • Obediência. (v.6b).

“… Lançaram-na, então, e já não podiam tirar a rede, por causa da         quantidade de peixes.”

Read Full Post »