Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Confiança’ Category

Texto Bíblico: Gênesis 37.1-5 

Introdução: A Bíblia nos relata que José, na sua geração, ousou receber de Deus os sonhos que seriam as diretrizes de toda a sua vida e por eles se dispôs a pagar um alto preço.

Para o cristão não é diferente, deve-se lutar sempre, desistir jamais, pois há esperança para o seu futuro, para os teus sonhos. Não Desista, acredite nos teus sonhos e lute por eles!

A Vida de José

1- Amado.

Jacó e sua família habitavam na terra de Canaã, e Jacó amava a José mais do que a todos os seus filhos, o que deixava os irmãos de José com inveja.

E Israel amava a José mais do que a todos os seus irmãos: Sendo o primogênito da esposa favorita de Jacó, não surpreende que José veio a tornar-se o seu filho preferido.

2- Humilhado.

O motivo da humilhação de José:

  • Porque ele trazia má notícia de seus irmãos ao seu pai. (v.2).
  • Porque ele era o filho da velhice de Jacó. (v.2).
  • Porque ele era o filho preferido de seu pai. (vv.3,4).
  • Porque ele tinha um sonho. (v.5).

Quando José foi humilhado:

  • Quando Lançado na cova. (Gn 39.19-24).
  • Quando Vendido como escrava aos ismaelitas por vinte moedas de prata. (Gn 39.25-28). – preço de escravo.
  • Quando Vendido a Potifar, eunuco de Faraó. (Gn 39.1).
  • Quando Lançado no calabouço. (Gn 39.20). Com pessoas de mau caráter, desonestas, num ambiente solitário, fétido, frio, sem esperança.
  • E por fim esquecido. (Gn 40.14,15, 23). Porém o Senhor era com ele. (Gn 39.21). 

3- Exaltado.

  • Quando interpreta o sonho de copeiro-mor e do padeiro-mor. (Gn 40.8-21).
  • Quando interpreta o sonho de Faraó. (Gn 41.14-32).
  • Quando se torna governador do Egito. (Gn 41.38-45).

O motivo da exaltação de José:

  • A Presença do Senhor. (Gn 39.2,3, 21), Deus conosco o segredo da vitória. (Rm 8.31).
  • A Fidelidade em Tudo ao Senhor. (Gn 39.7-9).
  • A Confiança no Senhor. (Gn 40.8; Mc 9.23b). 

Resumo: Acreditem nos seus sonhos, foi Deus quem os redigiu e que colocaram eles no seu coração como promessas dele. Ainda é tempo de sonhar. Deus pode tornar seu sonho em realidade!

A escolha é sua, ou você vai à luta e vence como fez José, ou então você simplesmente deixa pra lá e aceita a comodidade de uma vida cristã sem lutas e  sem vitórias.

Anúncios

Read Full Post »

Texto Bíblico: 1Samuel 17.38-50

1- Uma Harpa. (1Sm 16.16; 18.10).

É o mais antigo instrumento musical que se conhece, existindo já antes do dilúvio. (Gn 4.21). A palavra hebraica kinnor, que se acha traduzida por harpa, significa provavelmente a lira. Os hebreus faziam usa dela, não só para as suas devoções, mas também nos seus passatempos. Não era usada em ocasiões de tristeza.

Geralmente era usada pelos hebreus em momentos:

  • de Gratidão,
  • de Devoção,
  • de Adoração.

2- Um Cajado. (1Sm 17.40).

Era um instrumento usado pelo pastor de ovelhas. (Sl 23.4).

Geralmente era usado para:

  • Corrigir a ovelha desobediente e desgarrada,
  • Socorrer a ovelha que se encontrava caída e enferma,
  • Proteger o rebanho dos animais ferozes.

3- Um Alforje. (1Sm 17.40,49).

“Alforje” ou “porta-níqueis.” Uma sacola que os viajantes usam para levar dinheiro e mantimento para a jornada. Era feito de diversas matérias, geralmente pele ou couro, e estava preso à cintura. (1Sm 11117.40).

Geralmente o alforje fala de:

  • Provisão,
  • Abastança,
  • Subsistência,
  • Suficiência.

4- Uma Funda. (1Sm 17.40,49, 50).

Instrumento (arma) feito de pedaço de couro e de duas cordas, com que se lançam pedras ou balas. Usada por Davi para matar Golias. (1Sm 17.40,50). Os que atiravam com fundas pertenciam tanto a infantaria como os arqueiros. (2Rs 3.35). Usavam tanto da mão direita como da esquerda em arremeter pedras com fundas. (1Crô 12.2). Setecentos benjamitas que atiravam com a funda num cabelo e não erravam. (Jz 20.16). A vida de teus inimigos este a arrojará como se a atirasse da cavidade de uma funda. (1Sm 25.29; Jr 10.18).

A funda representa armadura do crente como:

  • Arma de Combate. (1Tm 1.18,19; 6.12; 2Tm 4.7,8).
  • Arma de Ataque. (Ef 6.17).
  • Arma Ofensiva. (2Co 10.4).

5- Cinco Pedras. (1Sm 17.40,49,50).

Pedra na simbologia Bíblica é Jesus. (Mt 16.18).

  • Símbolo da Misericórdia de Deus,
  • Símbolo do Poder de Deus,
  • Símbolo da Autoridade de Deus.

As cinco pedras de Davi correspondem:

  • A sua Suficiência.
  • A sua Eficiência.
  • A sua Eficácia. (2Sm 21.22).

Read Full Post »

Texto Bíblico: Lucas 18.35-43 

Introdução: Embora esse homem fosse incapaz de enxergar, fez bom uso dos seus ouvidos. Fica aqui uma lição. “Se não temos todos os dons, usemos aquele que possuímos que com certeza alcançaremos o nosso objetivo.”

Não Existe Problema Que Deus (Jesus) Não Possa Resolver.

O cego se achava ali á beira do caminho fim de pedir esmolas. Mas estando Jesus presente sem dúvida pediria algo maior; e assim ele fez, não tendo sido desapontado. 

Com freqüência pedimos pouco demais a Jesus, pois nossa fé é pequena e nosso desenvolvimento espiritual é insuficiente. As Sagradas Escrituras Dizem:

“Pedi e dar-se-vos-á; buscai, e encontrareis; batei, e abrir-se-vos-á. Porque aquele que pede, recebe; o que busca, encontra; e ao que bate se abre.” (Mt 7.7,8).

“E tudo o que pedirdes em oração, crendo, o recebereis.” (Mt 21.22).

“Se vós estiverdes em mim, e as minhas palavras estiverem em vós, pedireis tudo o que quiserdes e vos será feito.” (Jo 15.7).

O cego esmoler desejava realmente a cura, e agarrou-se à oportunidade passageira. (1Co 7.21).

Rompendo os Obstáculos. Exemplos:

1- A Mulher do Fluxo de Sangue. (Mc 5.25-34).

A mulher tinha uma hemorragia debilitante, embaraçosa, desencorajadora (v.26), que estava além da ajuda do conhecimento e da simpatia humanos.

A mulher solicitara a ajuda de muitos médicos, mas nenhum deles pode aliviá-la. Só Jesus podia ajudar agora.

A mulher veio a Jesus como último recurso: Meu socorro vem do Senhor. Teria apelado para ele antes, se tivesse podido fazê-lo.

2- O Cego de Jericó:

1- A despeito dos empecilhos. A despeito dos empecilhos (ele era homem cego na alma e fisicamente) ele exerceu fé no Messias (Filho de Davi era um título messiânico).

As dúvidas não o venceram naquela hora porque a sua necessidade era grande demais para permitir uma derrota. Às vezes, a esperança prospera por causa da impossibilidade.

2- A multidão o repreendia que calasse; mas ele clamava ainda mais: “Filho de Davi tem misericórdia de mim.” (v.39). O cego não deixaria nada atrapalhar seu caminho para chegar até Jesus. 

Sempre que uma alma começa a clamar por Jesus, rogando luz e salvação, o mundo e o diabo se aliam para sufocar esse clamor ou para obrigá-lo ao silêncio.

A resposta constante das multidões, a todos quantos clamam acerca da necessidade e do sofrimento, é sempre a mesma: “Aquieta-te e cala-te!” 

A multidão está dizendo: Aquieta-te e cala-te! Mas não esqueça que Jesus está passando: Clame a Ele! Ele está pronto a te responder: “… Que queres que te faças?…” (v.41).

Read Full Post »

Texto Bíblico: Apocalipse 22.7,12, 20

Introdução: “Ele voltará.” O próprio Jesus prometeu que voltaria. Todas as profecias sobre Jesus foram cumpridas; como Ele é a Verdade, a Ressurreição e a Vida; como a Bíblia é a Palavra de Deus, só nos resta permanecermos atentos e preparados para esse grande dia.

A vinda de Cristo:

1- Predita.

  • Pelos profetas do A. T. (Jl 3.14b; Ob 15ª).

“… Porque o dia do Senhor está perto…”

  • Pelo próprio Jesus. (Jo 14.3,18).

“E, se eu for e vos preparar lugar, virei outra vez e vos levarei para mim mesmo, para que, onde eu estiver, estejais vós também.” (v.3).

“Não vos deixarei órfãos, voltarei para vós.” (v.18).

  • Por dois anjos. (At 1.11).

“Os quais lhes disseram: Varões galileus, por que estais olhando para o céu? Esse Jesus que dentre vós foi recebido em cima no céu, há de vir assim como para o céu o vistes ir.”

2- Está Próxima.

“Porque, ainda dentro de pouco tempo, aquele que vem virá e não tardará.” (Hb 10.37).

“Sede vós também pacientes e fortalecei o vosso coração, porque a vinda do Senhor está próxima.” (Tg 5.8).

“Eis que venho sem demora; guarda o que tens, para que ninguém tome a tua coroa.” (Ap 3.11).

“Eis que cedo venho! Bem-aventurado aquele que guarda as palavras da profecia deste livro.” (Ap 22.7).

“E eis que cedo venho, e o meu galardão está comigo para dar a cada um segundo as suas obras.” (Ap 22.12). 

“Aquele que testifica estas coisas diz: Certamente, cedo venho. Amém! Ora vem, Senhor Jesus!” (Ap 22.20).

3- Será Surpreendente.

“Porquanto, assim como nos dias anteriores ao dilúvio comiam e bebiam, casavam e davam-se em casamento, até ao dia em que Noé entrou na arca,

e não o perceberam, senão quando veio o dilúvio e os levou a todos, assim será também a vinda do Filho do Homem.” (Mt 24.38,39).

“Vigiai, pois, porque não sabeis a que hora há de vir o vosso Senhor… Por isso, estai também vós apercebidos, porque o Filho do Homem há de vir à hora em que não penseis.” (Mt 24.42,44). 

Resumo: A volta de Cristo para buscar a igreja pode ocorrer a qualquer dia. Não haverá sinais específicos precedendo a vinda do Senhor para buscar o seu povo, pois Cristo declara que ela ocorrerá inesperadamente.

 A advertência de Cristo é de sempre estarmos espiritualmente prontos para sua vinda repentina. Será que você está pronto? A única garantia é obedecer-lhe hoje e sempre. (Mt 24.46). “Bem-aventurado aquele servo que o Senhor, quando vier, achar servindo assim.” Esteja preparado, Ele vem!

Read Full Post »

Texto Bíblico: 1Reis 17.8-16

Introdução: Deus atento às necessidades e aflições de uma viúva pobre. Ele enviou Elias para fortalecer-lhe a fé e trazer-lhe bençãos materias no momento em que ela julgava que tudo estava perdido (v. 12).

A fé que essa viúva tinha em Deus e na sua palavra, através do profeta Elias, levou-a a permutar o certo pelo incerto e o invisível pelo invisível (vv. 10-16; Hb 11.27).

A viúva crente recebeu do profeta de Deus, não somente uma benção material, como também uma benção espiritual.

E diante desse episódio posso observar três fatos notáveis na vida desta mulher. Vejamos:

1- Mulher de Coragem. (v. 13a). “… Não temas…”

  • Para aceitar os desafios. . (Êx 14.15).
  • Para desafiar os obstáculos. (2Crô 32.7,8).
  • Para enfrentar o adversário das nossas almas. (Tg 4.7b).
  • Para viver no centro da vontade de Deus. (Rm 12.2).

2- Mulher de Obediência – Submissão. (vv.1 3b, 15a). “… vai… E foi ela e fez conforme a palavra de Elias…”

  • A obediência é questão de prudência. (Mt 7.24).
  • A obediência é o preço do êxito. (Js 1.7,8).
  • A obediência é o caminho que leva à vitória. (Jo 9.7).

3- Mulher de Fé. (vv. 14,15). “Porque assim diz o SENHOR, Deus de Israel: A farinha da panela não se acabará, e o azeite da botija não faltará, até ao dia em que o SENHOR dê chuva sobre a terra. E foi ela e fez conforme a palavra de Elias; e assim comeu ela, e ele, e a sua casa muitos dias.”

  • Para ver o invisível. (Hb 11.1,27).
  • Para agradar a Deus. (Hb 11.6).
  • Para ver a glória de Deus. (Jo 11.40).
  • Para tornar possível todas as coisas. (Mc 9.23).

Resumo: A mulher venceu o medo e respondeu mostrando uma atitude de Coragem, Obediência e Confiança. Deus foi fiel à sua promessa. – “Da panela a farinha se não acabou, e da botija o azeite não faltou, conforme a palavra de SENHOR, que falara pelo ministério de Elias.” (v. 16). Siga o exemplo dessa mulher e tome posse das bênçãos e promessas do Senhor na sua vida em nome de Jesus!

Read Full Post »

Texto Bíblico: João 14.1,27

Não Temas: O Coração

Em primeiro lugar este termo (coração) não está empregado a fim de indicar o órgão físico, porquanto seu uso nesta passagem é figurado.

Neste ponto temos algumas considerações sobre o vocábulo coração:

1- Significa o centro de nossos complexos, incluindo os seus aspectos e físico moral, espiritual e intelectual. (Mc 12.30).

2- Algumas vezes, o vocábulo é usado como sinônimo de psyche, indicando a “vida individual;” e de outras vezes é equivalente a pneuma, que indica o “princípio da própria vida.”

3- Pode referir-se à sede de toda a vida mental-inteligência, vontade e emoção. (Lc 8.15).

4- O coração finalmente, é o centro dos sentimentos e da fé, da vida espiritual mesma. (Rm 10.10; Mt 22.37).

Não permita que vossos corações sejam agitados como o mar impelido pelo vento.

Por esse motivo, Jesus o Mestre da alma com tanta insistência disse: ““… Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize. (v.27).

Crendo em Deus

O verbo crer está no sentido indicativo e imperativo. Sugerindo na vida do crente:

  • Constância, em meio à perturbação e temor. (Is 7.9b; 1Pe 2.6).
  • Estar dependendo de Deus. (Jo 16.33).
  • Estar repousando em Deus. (v.27).

Cofiando em Deus

  • Que Ele existe. (Hb 11.1,6).
  • Que Ele operou através de Cristo na sua missão messiânica e salvadora. (Jo 3.16,17).
  • Que Ele age como Pai e deseja nosso bem-estar como filhos. (Jo 1.12).
  • Que Ele é o grande poder; pode resolver todos os problemas.

Resumo: “Não se turbe o vosso coração; credes em Deus…” (v.1).

Read Full Post »

Texto Bíblico: Hebreus 11.1

1- O que é a fé:

No dicionário: Crença, convicção, credito sobre a veracidade de algo; opinião favorável sobre alguma coisa ou pessoa.

Na Bíblia: “A fé é a certeza das coisas que se esperam e a prova das coisas que não se vêem.” (Hb 11.1).

  • A fé é uma capacidade espiritual. (Gl 3.11).
  • A fé é um atributo da alma; não é algo que possa ser aprendido pela experiência física. Não vem mediante o exercício dos cinco sentidos. Não é algo que se aprenda na experiência humana. “A alma sabe, portanto, crê.”
  • A fé é um dom e uma operação do Espírito, mas também é uma reação favorável da alma. E uma estrada com duas pistas: a humana e a divina. O poder divino é que a cria; é um dom de Deus; mas a vontade humana, no nível da alma, deve receber e apropriar-se da fé, e então aplicar a “outorga aos cuidados de Cristo.” (Ef 2.8; Cl 2.12; Hb 12.2), quanto ao fato que a fé é uma operação divina (Gl 5.22) mostra-nos que se trata de um dos aspectos do “fruto do Espírito.” (Fl 1.29; 2Tss 2.13; Jo 6.29).

2- Expressões da fé:

  • Fé Salvadora. (Rm 10.9; Ef 2.8).
  • Fé – Fruto do Espírito. (Gl 5.22).
  • Fé – Dom do Espírito. (1Co 12.9).
  • Fé – O Evangelho completo. Seria o corpo de doutrinas que professamos (At 6.7; Gl 1.23; 1Tm 3.9; 4.17; Jd 3).
  • Fé – Confiança absoluta em Deus através do conhecimento da sua palavra (Rm 10.17). A fé natural só serve para as relações terrenas entre os homens (Jo 20.29; Tg 2.19).

3- O valor da fé:

  • É vital, essencial ao salvo. (Rm 1.17; 11.20; Hb 10.38).
  • A falta de fé é o pecado máter. (Jo 16.8,9; Rm 14.22,23).
  • O sobre – excelente amor procedia da fé. (EF 1.5; 3.17; 6.23).

4- A medida da fé:

  • Pequena fé. (Mt 6.30; Lc 12.28).
  • Tanta fé. (Mt 8.10; Lc 7.9).
  • Grande fé. (Mt 15.28).

5- A visão da fé:

  • Ela vê o que está longe. (Hb 11.13).
  • Ela vê o invisível. (Hb 11.27).
  • Ela vê o futuro. (Hb 11.1).
  • Ela vê a glória de Deus. (Jo 11.40).

6- A fé é fonte:

  • De Alegria. (1Pe 1.8).
  • De Esperança. (1Pe 1.21).
  • De Pureza. (At 15.9).
  • De Santidade. (At 26.18).

7- Traz ao que crê:

  • Remissão de pecados. (At 10.43).
  • Paz. (Rm 15.13).
  • Descanso. (Hb 4.3).
  • Esperança. (Gl 5.5).
  • Confiança. (Ef 3.12).
  • Filiação. (Gl 3.26).
  • Vida eterna. (Jo 3.16; 11.25).
  • Todas as coisas. (Mt 21.22; Mc 9.23).

8- Habilita o que crê:

  • A ficar firmes. (2Co 1.24).
  • A viver. (Rm 1.17).
  • A andar. (2Co 5.7).
  • A combater. (1Tm 6.12).
  • A vencer. (1Jo 5.4).
  • A obter bom testemunho. (Hb 11.39).
  • A tornar-se filho de Deus. (Jo 1.12).

9- Exemplos de fé vitoriosa:

  • Abraão. (Gn 22.8).
  • Calebe. (Nm 13.30).
  • Jônatas. (1sm 14.6).
  • Davi. (1Sm 17.37).
  • Jó. (Jó 19.25; 42.2).
  • Estevão. (At 6.5).
  • Barnabé. (At 11.24).
  • Paulo. (2Tm 4.7).
  • Os heróis antigos. (Hb 11.33,34).

10- A fé elemento indispensável na vida do crente:

  • O justo viverá da fé. (Hc 2.4; Rm 1.17).
  • Sem fé é impossível agradar a Deus. (Hb 11.6).
  • A fé é vitória que vence o mundo. (1Jo 5.4)
  • Todas as coisas são possíveis ao que crê. (Mc 9.23). 

11- Como obter a fé:

  • Por Jesus. (Hb 12.2).
  • Pela Palavra de Deus. (Rm 10.17).
  • Pelo Espírito Santo. (2Co 4.13).
  • Pela Adoração a Deus. (Rm 4.20). Ela estimula a fé. (At 16.25,26).

Resumo: “A fé é a certeza das coisas que se esperam e a prova das coisas que   não se vêem.” (Hb 11.1).

Read Full Post »

« Newer Posts - Older Posts »