Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Combate’ Category

Texto Bíblico: 1João 5.4,5

Introdução: A Bíblia fala de três inimigos do crente que são a carne, o mundo e o Diabo. Esses três inimigos combatem contra a vida espiritual do crente. Entre esses inimigos queremos destacar um deles: O mundo. A Bíblia fala de, pelo menos, três tipos de “mundo”: o mundo físico, o mundo cósmico e o mundo espiritual. Falaremos nesta mensagem do “mundo espiritual.” 

Que é o Mundo.

No grego é kosmos, palavra algumas vezes usada para indicar o mundo físico, os seus habitantes, ou o universo; mas também era freqüentemente empregada em sentido ético, para indicar uma sociedade corrupta, ou o princípio do mal, que opera sobre os homens, neste plano terreno. Satanás é o verdadeiro chefe deste mundo. (Jo 14.30).  O mundo jaz inteiramente debaixo do poder de Satanás. (1Jo 5.19). Satanás ama aos inimigos de Cristo. (Jo 7.7). Há um certo espírito que nos afasta de Deus. (1Co 2.12). Passam o mundo e suas concupiscências, mas eles conservam os homens como escravos, a despeito dessas circunstâncias. A tristeza segundo o mundo eventualmente resulta em morte. (2Co 7.10).

Que Oferece o Mundo.

1- Uma paz fictícia:

  • Nas filosofias e religiões,
  • Na segurança dos armamentos,
  • Paz política.

2- Uma alegria passageira,

3- Um prazer efêmero que destrói.

A Vitória que Vence o Mundo.

1- O Nascido de Deus. (v.4ª):

  • É aquele que nasceu de novo. (Jo 3.3). Novamente.
  • É aquele que nasceu do Espírito. (Jo 3.3,6,8).
  • É aquele que nasceu da Palavra de Deus. (1Pe 1.23; Tg 1.18).
  • É aquele que nasceu do alto. (1Jo 5.4; Tg 1.17).

“Aquele que vem das alturas é sobre todos, aquele que vem da terra é da terra e fala da terra. Aquele que vem do céu é sobre todos.” (Jo 3.31).

2- Vence o mundo. (1Jo 5.4). 

2- A Nossa Fé. (v.4b).

1- Na Palavra de Deus. Por que:

  • A Palavra é viva e eficaz. (Hb 4.12).
  • A Palavra é como um martelo que esmiúça a penha. (Jr 23.29).
  • A Palavra é luz que alumia. (Sl 110.105).
  • A Palavra é água que purifica. (Sl 119.9; Jo 15.3; Ef 5.26).
  • A Palavra é pão que fortalece. (MT 4.4; Jo 6.51).
  • A Palavra é escudo que protege. (Pv 30.5; Ef 6.16).
  • A Palavra é a espada do Espírito. (Ef 6.17). “Arma ofensiva” – “Que nos dá vitória.”

2- Em Jesus. (v.5). Por que:

  • Ele é a Fonte da Vida. (Jo 3.36; 10.10; 11.25).
  • Ele é Fonte de Poder. (Mt 28.18).
  • Ele é a Fonte de Vitória. (Pv 21.31; 1Co 15.57; 2Co 2.14).

3- No Poder do Espírito:

  • Espírito de Amor. (2Tm 1.7).
  • Espírito da Verdade. (Jo 14.17).
  • Espírito da Santidade. (Rm 1.4).
  • Espírito da Justiça. (Is 4.4).
  • Espírito da Graça. (2Co 12.10; Hb 10.29).
  • Espírito de Fortaleza. (Is 11.2; 2Tm 1.7).
  • Espírito da Glória. (1Pe 4.4).

Resumo: Esta é a vitória que vence o mundo: O nascido de Deus. A nossa fé: na Palavra de Deus, em Jesus e no Poder do Espírito. (1Jo 5.4,5).

Read Full Post »

Texto Bíblico: Gênesis 37.1-5 

Introdução: A Bíblia nos relata que José, na sua geração, ousou receber de Deus os sonhos que seriam as diretrizes de toda a sua vida e por eles se dispôs a pagar um alto preço.

Para o cristão não é diferente, deve-se lutar sempre, desistir jamais, pois há esperança para o seu futuro, para os teus sonhos. Não Desista, acredite nos teus sonhos e lute por eles!

A Vida de José

1- Amado.

Jacó e sua família habitavam na terra de Canaã, e Jacó amava a José mais do que a todos os seus filhos, o que deixava os irmãos de José com inveja.

E Israel amava a José mais do que a todos os seus irmãos: Sendo o primogênito da esposa favorita de Jacó, não surpreende que José veio a tornar-se o seu filho preferido.

2- Humilhado.

O motivo da humilhação de José:

  • Porque ele trazia má notícia de seus irmãos ao seu pai. (v.2).
  • Porque ele era o filho da velhice de Jacó. (v.2).
  • Porque ele era o filho preferido de seu pai. (vv.3,4).
  • Porque ele tinha um sonho. (v.5).

Quando José foi humilhado:

  • Quando Lançado na cova. (Gn 39.19-24).
  • Quando Vendido como escrava aos ismaelitas por vinte moedas de prata. (Gn 39.25-28). – preço de escravo.
  • Quando Vendido a Potifar, eunuco de Faraó. (Gn 39.1).
  • Quando Lançado no calabouço. (Gn 39.20). Com pessoas de mau caráter, desonestas, num ambiente solitário, fétido, frio, sem esperança.
  • E por fim esquecido. (Gn 40.14,15, 23). Porém o Senhor era com ele. (Gn 39.21). 

3- Exaltado.

  • Quando interpreta o sonho de copeiro-mor e do padeiro-mor. (Gn 40.8-21).
  • Quando interpreta o sonho de Faraó. (Gn 41.14-32).
  • Quando se torna governador do Egito. (Gn 41.38-45).

O motivo da exaltação de José:

  • A Presença do Senhor. (Gn 39.2,3, 21), Deus conosco o segredo da vitória. (Rm 8.31).
  • A Fidelidade em Tudo ao Senhor. (Gn 39.7-9).
  • A Confiança no Senhor. (Gn 40.8; Mc 9.23b). 

Resumo: Acreditem nos seus sonhos, foi Deus quem os redigiu e que colocaram eles no seu coração como promessas dele. Ainda é tempo de sonhar. Deus pode tornar seu sonho em realidade!

A escolha é sua, ou você vai à luta e vence como fez José, ou então você simplesmente deixa pra lá e aceita a comodidade de uma vida cristã sem lutas e  sem vitórias.

Read Full Post »

Texto Bíblico: 1Samuel 17.38-50

1- Uma Harpa. (1Sm 16.16; 18.10).

É o mais antigo instrumento musical que se conhece, existindo já antes do dilúvio. (Gn 4.21). A palavra hebraica kinnor, que se acha traduzida por harpa, significa provavelmente a lira. Os hebreus faziam usa dela, não só para as suas devoções, mas também nos seus passatempos. Não era usada em ocasiões de tristeza.

Geralmente era usada pelos hebreus em momentos:

  • de Gratidão,
  • de Devoção,
  • de Adoração.

2- Um Cajado. (1Sm 17.40).

Era um instrumento usado pelo pastor de ovelhas. (Sl 23.4).

Geralmente era usado para:

  • Corrigir a ovelha desobediente e desgarrada,
  • Socorrer a ovelha que se encontrava caída e enferma,
  • Proteger o rebanho dos animais ferozes.

3- Um Alforje. (1Sm 17.40,49).

“Alforje” ou “porta-níqueis.” Uma sacola que os viajantes usam para levar dinheiro e mantimento para a jornada. Era feito de diversas matérias, geralmente pele ou couro, e estava preso à cintura. (1Sm 11117.40).

Geralmente o alforje fala de:

  • Provisão,
  • Abastança,
  • Subsistência,
  • Suficiência.

4- Uma Funda. (1Sm 17.40,49, 50).

Instrumento (arma) feito de pedaço de couro e de duas cordas, com que se lançam pedras ou balas. Usada por Davi para matar Golias. (1Sm 17.40,50). Os que atiravam com fundas pertenciam tanto a infantaria como os arqueiros. (2Rs 3.35). Usavam tanto da mão direita como da esquerda em arremeter pedras com fundas. (1Crô 12.2). Setecentos benjamitas que atiravam com a funda num cabelo e não erravam. (Jz 20.16). A vida de teus inimigos este a arrojará como se a atirasse da cavidade de uma funda. (1Sm 25.29; Jr 10.18).

A funda representa armadura do crente como:

  • Arma de Combate. (1Tm 1.18,19; 6.12; 2Tm 4.7,8).
  • Arma de Ataque. (Ef 6.17).
  • Arma Ofensiva. (2Co 10.4).

5- Cinco Pedras. (1Sm 17.40,49,50).

Pedra na simbologia Bíblica é Jesus. (Mt 16.18).

  • Símbolo da Misericórdia de Deus,
  • Símbolo do Poder de Deus,
  • Símbolo da Autoridade de Deus.

As cinco pedras de Davi correspondem:

  • A sua Suficiência.
  • A sua Eficiência.
  • A sua Eficácia. (2Sm 21.22).

Read Full Post »

Texto Bíblico: Tiago 4.7

Introdução: “Satanás.” Uma palavra hebraica que significa adversário. Também é chamado pelo nome de “diabo” que significa acusador ou caluniador, e também “Belzebu ou Baalzebu”, que significa senhor das moscas. O N. T. aplica o termo ao “príncipe” ou chefe dos demônios. (Mt 12.24-29). No trecho de Ap 12.3 ele é chamado de dragão, uma referência á sua astúcia, malignidade e veneno. Ap 12.9 é passagem que se refere ao “dragão” como a antiga serpente, uma referência à sua astúcia, misturada com a sua natureza destruidora.

Portanto as Escrituras aludem a Satanás como uma personalidade real, e não meramente como símbolo do princípio do mal. Porém Satanás está neste mundo e está tentando nos conquistar para sua causa maligna. Mas é possível vencê-lo! Como?:

1- Sujeitando.

“… Sujeitai-vos…” Esse é um elemento imprescindível para a vitória na vida espiritual. É para os “humildes” que a graça de Deus é conferida.

Quem se sujeita é quem se torna “humilde” de espírito, reconhecendo a sua própria fraqueza na esfera espiritual. Realmente, é necessário que o crente se submeta ao seu próprio Comandante, pois está diante de um inimigo feroz. Sozinho. O crente certamente fracassará; com Cristo a vitória lhe está assegurada, mas ninguém estará “com Ele”, a menos que se submeta às suas ordens.

2- Resistindo.

“… resisti…” O verbo sugere oposição vigorosa, resistir bravamente, ficar cara a cara contra um adversário, sustentar sua base. Significa manter agressivamente na retaguarda ou manter-se à frente e opor-se; “lutar.” (Ef 6.12). Significa engajar-se ativamente em um combate um-a-um; “ficar firme.” (Ef 6.13). Significa manter a firmeza depois de uma batalha ativa; e “estar firme.” (Ef 6.14). Significa tomar posição para a próxima batalha.

Tomai atitude firme, resistindo às tentações e ao mundanismo enviada pelo “príncipe deste mundo” (Jo 14.30), e obtereis sucesso. Se Satanás for resistido com constância, sabendo que Deus é quem firma ao crente, desistirá imediatamente. Com o poder do Espírito Santo, podemos resistir ao diabo, e ele fugirá de nós.

3- Triunfando.

“… e ele fugirá de vós…” Essa idéia aparece sob várias formas, na literatura judaica: “Se fizeres aquilo que é bom, meus filhos… o diabo fugirá de vós.” “Se um homem foge para o Senhor, o espírito maligno fugirá dele.” “Se praticardes o bem, até mesmo os espíritos imundos fugirá de vós.”.

Portanto, sujeitai-vos a Deus e oferecereis resistência a ele (ao diabo) e ele fugirá de vós. Ele (o diabo) pode lutar, mas não pode vencer; portanto, se lhe ofereceres resistência, ele fugirá de ti; derrotado e envergonhado.

Resumo: Há vitória; a derrota não é necessária, embora o adversário seja dotado de forças e inteligência prodigiosas. Satanás pode ser derrotado por nossa obediência e resistência. “Sujeitai-vos, pois, a Deus; resisti ao diabo, e ele fugirá de vós.” (v.7). Satanás só é poderoso enquanto contar com a simpatia do homem que ele tenta.

Read Full Post »

A Grande Vitória

Texto Bíblico: 1João 5.4,5

Introdução: Estamos vivendo numa época em que as pessoas lutam com todas as suas forças e usam de todos os meios para vencer. Esta luta, contudo, não é o bom combate da fé, e o resultado final não será a verdadeira vitória. Somente o cristão verdadeiro luta a boa luta por conhecer o segredo da grande vitória.

1- Quem Vence o Mundo?

  • O que é nascido de Deus. (v.4; Jo 1.13).
  • O que é nascido da água e do Espírito. (Jo 3.3-5).
  • O que crê que Jesus é o Filho de Deus. (v.5).

2- Qual é a Grande Vitória?

É a nossa fé. (v.4b).

  • Na Palavra de Deus. (Sl 119.9,105; Pv 30.5; Ef 6.17).
  • Em Jesus. (Jo10.10; Pv 21.31; 1Co15.57; 2Co 2.14; 1Jo 4.4; Ap 5.5; 19.16).
  • No Poder do Espírito Santo. (Lc 24.49; At 1.8; 2.1-4).

 Resumo: Somente a fé verdadeira dos que nasceram de Deus produz a grande vitória sobre a carne, o mundo e o diabo.

Read Full Post »

Texto Bíblico: 1Reis 19.1-16

Introdução: Esta mensagem vai mudar a sua vida. Acredite! “Eu não sei qual caverna você possa estar agora, mas Deus vai te tirar dela.”

Elias no hebraico significa: “O Senhor é meu Deus.”

“Horebe, o Monte de Deus”

Horebe no hebraico significa: “Uma terra deserta” ou “Lugar seco.” O mesmo que Sinai (Êx 3.1; 17.6). A península do Sinai está situada na montanha de Arábia entre os golfos de Suez e de Acabá.

– Neste lugar Deus apareceu a Moisés nas chamas de uma sarça ardente. (At 7.30).

– A rocha foi ferida para dela sair água para os israelitas. (Êx 17.6).

– Foi no Sinai que Deus o todo poderoso dez conhecer a sua vontade por meio de Moisés à multidão dos hebreus. (Ex 20.1-17; 24.7,8).

– Montanha onde Moisés recebeu do Senhor a Lei chama-se Horebe no Deuteronômio (1.2, etc.); em qualquer outro lugar tem o nome de Sinai. Parece que Horebe designa todo o território, e Sinai a montanha onde a Lei foi dada.

– Onde Elias, fugindo de Jezabel, escondeu-se numa caverna.

– Elias no lugar certo, na hora errada. Deus disse-lhe: “… Que fazes aqui, Elias?” (v. 9).

1- Quem era Elias?

  • Um homem poderoso. (1Rs 17.1,13-16; 18.36-39).
  • Um homem de Deus. (1Rs 17.18,24).
  • Um homem de decisão. (1Rs 18.21).
  • Um homem de desafio. (1Rs18. 22-24).
  • Um homem de fé. (1Rs 18.42-45).
  • Um homem sustentado por Deus. (1Rs 17.4-6; 19.5-8).
  • Um homem semelhante a nós, sujeito aos mesmos sentimentos… (Tg 5.17).

– Dormindo em total exaustão.

– Todos nós temos nossos dias ruins e de calmaria.

– A maior ameaça é logo após o triunfo.

– O momento em muitas vezes a pessoa está vulnerável como no dia seguinte a uma vitória…

2- O momento de crise de Elias:

O momento de crise é o momento em que Deus nos prova. O momento de crise é o momento onde muitas vezes falhamos com o Senhor:

  • Por falta de fé. (vv.1-3; Hb11. 6).
  • Por falta de coragem. (v.9).
  • Por nossas reclamações. (v.4).
  • Por atitudes de desespero. (v.3; Sl 20.7,8; 23.4; 125.1).
  • Por atitudes de covardia. (vv.1-9; Jn 4.1-3).
  • Por atitudes de exaltação. (vv.14,18). MT 23.12; Tg 4.10; 1Pe 5.6).

As Escrituras Sagradas dizem:

“E o que a si mesmo se exaltará será humilhado, e o que a si mesmo se humilhar será exaltado.” (Mt 23.12)

“Humilhai-vos perante o Senhor, e ele vos exaltará.” (Tg 4.10).

“Humilhai-vos, pois, debaixo da potente mão de Deus, para que, a seu tempo, vos exalte.” (1Pe 5.6).

3- O motivo da fuga de Elias:

  • Medo. (vv.1-3, 10).
  • Cansaço. (v.8).
  • Tristeza. (v.10).
  • Desânimo. (v.14).

A retirada forçada de Elias para o território de Judá é o um exemplo daqueles que “por causa da justiça” (Mt 5.10) são maltratados e pelas covas da terra. (Hb 11. 37,38).

A Bíblia diz que Deus não desampara o teu servo. (Sl 37.25). Por que:

  • Ele é Fiel. (Is 49.15,16).
  • Ele está conosco. (Rm 8.31; 1Jo 4.4b).
  • Ele é o nosso refugio e fortaleza. (Sl 46.1; 91.1,2).
  • Ele é o nosso amparo. (Sl 18.18).
  • Ele é a nossa vitória. (Pv 21.31; 1Co 15.57; 2Co2. 14).

Você pode dizer? Como:

1- Davi – “Deleito-me em fazer a tua vontade, o Deus meu…” (Sl 40.8).

2- Jesus – “… A minha comida é fazer a vontade daquele que me enviou e realizar a sua obra.” (Jo 4.34).

3- Pedro – “… Eis que nós deixamos tudo e te seguimos.” (Lc 18.28).

“… Senhor, para quem iremos nós? Tu tens as palavras de vida eterna.” (Jo 6.68).

4- Paulo – “Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim…” (Gl 2.20).

“Antes, subjugo o meu corpo e o reduzo a servidão…” (1Co 9.27).

“Porque para mim o viver é Cristo, e o morrer é ganho…” (Fl 1.21vv).

“Horebe, o Monte da Revelação”

O Monte Horebe foi o lugar aonde Elias ouviu a voz de Deus. A revelação de Deus veio de “uma voz mansa e delicada”. Deus também fala ao coração das pessoas de uma maneira íntima e silenciosa. Ele usa a voz da sua palavra pregada e do seu Santo Espírito agindo na alma dos ouvintes.

Você pode ouvir Deus? Como:

  • Adão. (Gn 3.9).
  • Abraão. (Gn 17.1).
  • Samuel. (1Sm 3.10; 16.1).
  • Isaías. (Is 6.8).
  • Ezequias. (Is 38.1).
  • Ezequiel. (Ez 2.1,2).
  • Paulo. (At 9.3-6).

As Escrituras Sagradas  dizem:

“Sem linguagem, sem fala, ouve-se as suas vozes.” (Sl 19.3).

“… todo aquele que é da verdade ouve a minha voz.” (Jo 18.37b).

“quem tem ouvidos ouça o que o Espírito diz as igrejas…” (Ap 3.13).

O que Deus disse a Elias:

1- “Sai para fora e põe-te neste monte perante a face do Senhor.” (v.11).

Deus é o Deus da segunda chance; Ele é o Deus do segundo toque. (1Rs 19.7).Não é o Seu

2- “Agora Vai, volta pelo teu caminho para o deserto de Damasco…” (v.15ª).

3- Vem…” (v.15b).

Cumpri a sua missão:

  • Unge a Hazael rei sobre a Síria. (v.15c).
  • Unge a Jeú rei sobre Israel. (v.16ª).
  • Unge a Eliseu profeta em teu lugar. (v.16b).

Read Full Post »

Texto Bíblico: Josué 1.5

Introdução: A palavra irresistível descreve alguém que é super-vitorioso, que conquista mais do que uma vitória comum, mas que domina em alcançar vitórias abundantes.

Três razões porque Josué foi um guerreiro irresistível:

1- Ele Tinha a Promessa de Deus.

Quem tem a promessa de Deus não morre. Os servos do Senhor serão imortais até cumprirem suas missões:

  • A forca de Hamã não teve poder para degolar Mardoqueu. (Et 3.14; 7.10).
  • A ferocidade de Herodes não pode atingir a infante Messias. (Mt 2.11).
  • Pedro no cárcere de Herodes, sentenciado à morte não temeu, antes dormia descansando na promessa de Jesus, de que havia que ele morreria quando fosse velho. (Jo 21.18; At 12.6).
  • Paulo não temeu o naufrágio próximo de Malta, porque o Anjo havia lhe dito que ele pregaria em Roma. (At 23.11,27).

2- Ele Tinha a Palavra de Deus. (v.8).

  • A palavra de Deus é viva e eficaz. (Hb 4.12).
  • A palavra de Deus é infalível. (Js 23.14; 1Sm 3.19; Jr 1.12).
  • A palavra de Deus é escudo que protege. (Pv 30.5; Ef 6.16).
  • A palavra de Deus é a espada do Espírito. (Ef 6.17). Arma ofensiva – que nos dá vitória.

3- Ele Tinha a Presença de Deus.

A presença de Deus é o segredo da vitória. Vejamos:

  • Abraão. (Gn 21.22; 24.1).
  • José do Egito. (Gn 39.2,21,23; 41.38).
  • Israel no deserto. (Êx 13.21; 33.14,15).
  • Gideão. (Jz 6.16).
  • Davi. (1sm 17.45-50; 2Sm 8.6; Sl 18.50).
  • Os três hebreus. (Dn 3.25; Is 43.2).
  • Daniel. (Dn 6.22,27; Ap 5.5).
  • A igreja do Senhor. (Mt 28.20; Rm 8.31,37).

Resumo: “… Esforça-te e tem bom ânimo; não pasmes, nem te espantes, porque o Senhor, teu Deus, é contigo, por onde quer que andares.” (Js 1.9).

Read Full Post »

« Newer Posts - Older Posts »